anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 16 de agosto de 2022

Tempo seco no norte e tempestade no sul deixam MS em alerta

Condição característica do tempo seco é prejudicial à saúde humana.
11/07/2022 às 13:44
da Redação
(Bruno Rezende)

As condições climáticas previstas para Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (11) fizeram o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitir dois alertas de perigo para o Estado.

O primeiro, que vale para municípios do Centro, Norte e Leste de Mato Grosso do Sul, avisa sobre a baixa umidade relativa do ar, variando entre 20% e 30%.

Essa condição característica do tempo seco é prejudicial à saúde humana, podendo causar desidratação corporal, sangramento no nariz e irritação na pele e nos olhos, entre outros problemas.

Por isso, o alerta pede: beba bastante líquido, evite desgaste físico nas horas mais secas e não se exponha ao sol nas horas mais quentes do dia.

Na natureza, a baixa umidade do ar e o tempo seco também favorecem a ocorrência de incêndios florestais.

Devem ficar atentas ao alerta de baixa umidade pessoas que vivem nos municípios de Água Clara, Alcinópolis, Anastácio, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Bodoquena, Bonito, Brasilândia, Camapuã, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dois Irmãos do Buriti, Figueirão, Inocência e Jaraguari.

Da mesma forma, cidadãos que moram Ladário, Maracaju, Miranda, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, Terenos e Três Lagoas.

Tempestade

Outro alerta de perigo emitido pelo Inmet nesta segunda-feira (11) vale para quem vive no Sul de Mato Grosso do Sul, nos municípios de Amambai, Batayporã, Coronel Sapucaia, Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Jateí, Juti, Mundo Novo, Naviraí, Paranhos, Sete Quedas, Tacuru e Taquarussu.

Nesses locais, até às 10h de terça-feira (12), há risco de chuva entre 30 e 60 milímetros por hora (mm/h) ou 50 e 100 mm/dia, acompanhada d eventos intensos, de até 100 quilômetros por hora, e queda de granizo.

Também podem ocorrer corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e alagamentos.

Nesta situação, o recomendado é: não se abrigar debaixo de árvores em caso de rajadas de vento, pois há risco de queda e descargas elétricas; não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda; e, se possível, desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia do imóvel em que vive.

Mais informações sobre os alertas podem ser obtidas junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Continue lendo