anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 28 de junho de 2022

São Gabriel: Kolping realiza oficinas sobre relacionamento e masculinidade tóxica com adolescentes

As oficinas foram divididas em dois momentos, um dia dedicado ao público feminino e outro ao masculino.
27/05/2022 às 17:04
do Idest, Letícia dos Santos
(Divulgação Kolping)

A facilitadora social Paula Giovana e a coordenadora Reiny Liz, da Comunidade Kolping São Francisco de Assis, em São Gabriel do Oeste, realizaram oficinas para os adolescentes, sobre relacionamento e masculinidade tóxica.

Com o objetivo de tratar temas sensíveis, a facilitadora social Paula Giovana dividiu as oficinas em dois momentos, um dia dedicado ao público feminino e outro ao masculino.

Na quarta-feira (25), foi o momento de conversar apenas com as meninas, com idades entre 14 a 17 anos, onde foi debatido o que é relacionamento tóxico, quais os sinais que as meninas precisam identificar para terem relacionamentos saudáveis. A temática foi tratada pela assistente social Reiny Liz e com a contribuição da facilitadora Paula Giovana.

“Um relacionamento tóxico envolve a tentativa de uma pessoa manipular, controlar e isolar a outra. É uma relação em que não existe vínculo de respeito, mas em que uma pessoa manda e a outra tem que obedecer”, explica Reiny. 

Já o dia 27, foi a vez dos meninos de 14 a 17 anos falarem sobre masculinidade tóxica, no que se refere à noção de que um determinado conjunto de valores, ideias, comportamentos e características biopsicossociais associadas a indivíduos do gênero masculino e, incentivadas culturalmente, poderiam trazer consequências nocivas para a sociedade como um todo, inclusive para os próprios homens. Este tema foi discutido e orientado pelo associado Kolping e assessor do vice-prefeito, Juciley Magalhães.

“Foi um momento importante, pois além de transmitir o conteúdo da temática proposta, os jovens interagiram e puderam expor as suas opiniões, deixando claro que o machismo não pode prevalecer na nossa sociedade e que o respeito deve sempre prevalecer. Agradeço a oportunidade e precisamos investir cada vez mais no futuro dos nossos jovens.”, afirma Juciley.