anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 16 de agosto de 2022

Destino Catar: o que você precisa saber para curtir a sede da Copa do Mundo deste ano

Planejar uma viagem pode ser assustador, especialmente uma que gira em torno de um dos maiores eventos esportivos do mundo. Veja dicas deste guia sobre voos, opções de estadia, ingressos e coisas para fazer e comer no Catar.
05/08/2022 às 16:22
da Redação
(Andrea Piacquadio/Pexels)

Há menos de 150 dias para a Copa do Mundo, a expectativa em torno da maior competição de seleções do planeta é gigantesca, sobretudo para quem gosta de futebol. Os melhores sites de apostas esportivas já apontam os principais favoritos, com Brasil, França e Argentina entre candidatos ao título. Mas há outras equipes, como Bélgica e Espanha, que podem surpreender.

Além do que vai acontecer dentro das quatro linhas, há também uma enorme expectativa para saber como os turistas serão recebidos no Catar, um país cuja legislação é muito diferente dos costumes praticados no Ocidente. Estima-se que 1,5 milhão de torcedores de todo o mundo irão ao Catar. Esta é a primeira vez que a competição será disputada em um país árabe.

Para quem viaja pela primeira vez ao Catar e até mesmo para quem já esteve no país do Oriente Médio antes, planejar uma viagem que gire em torno da Copa pode ser uma tarefa complicada, para dizer o mínimo.

Desde encontrar a acomodação certa, à procura de lugares para comer e coisas para fazer além dos jogos do Mundial, aos requisitos de viagem exigidos em meio ao arrefecimento da crise sanitária provocada pela Covid-19, elaborar um plano de viagem pode ser realmente desafiador. Por isso, é preciso entender um pouco melhor do que se trata e qual a história do Catar.

Ocupando uma pequena península na costa oeste do Golfo Pérsico, o Catar é conhecido pelo luxo e riqueza. Capital e centro econômico, Doha é a cidade que mais cresce no Catar, com mais de 80% da população do país vivendo aqui. Está no topo do Índice de Paz Global e é um dos lugares mais seguros para se viver ou viajar  Com 13% das reservas globais de petróleo sob seu controle, o Catar também é um dos países mais ricos do mundo.

Doha tem um sistema de transporte público robusto, com o metrô de última geração e trens sem motorista conectando as melhores atrações culturais e de lazer, especialmente os shoppings. O sistema também é integrado ao Aeroporto Internacional de Hamad e a cinco dos oito estádios onde estão programadas as partidas da Copa do Mundo. Uma viagem custa apenas 2 QAR (Qatari Riyal),  e é possível comprar um cartão de viagem reutilizável válido por cinco anos.

Andar de bicicleta é outra ótima maneira de explorar Doha, com as ciclofaixas que têm sido adicionadas pelo governo local.

Um dos principais trunfos da Copa no Catar é o fato de que os estádios estão muito próximos um do outro. Se no Brasil as cidades-sede ficavam, em alguns casos, a quilômetros de distância — Natal e Porto Alegre, por exemplo — no Catar será possível assistir a dois ou três jogos no mesmo dia, dada a proximidade dos estádios.

Não há escassez de acomodações no Catar, e com grande variedade de preços, algo que preocupa muita gente. As opções dentro da cidade incluem o Four Seasons Hotel Doha, com sete restaurantes, um spa e centro de bem-estar de três andares, instalações empresariais abrangentes e uma praia privativa.

Para quem procura algo mais básico, também existem boas opções. O Curve Hotel Qatar fica na área central de Doha e oferece um deslocamento fácil para todos os principais pontos turísticos da cidade. Outra boa escolha pode ser o Four Points by Sheraton Doha, localizado em frente a uma estação de metrô e que oferece 120 quartos a preços mais modestos.

Além disso, o governo do Catar está montando milhares de tendas beduínas tradicionais no deserto para os visitantes da Copa do Mundo. Quase 200 dessas barracas terão alto nível de luxo e servirão comida e bebidas tradicionais árabes.

Do ponto de vista da alimentação, mais de 3 mil restaurantes no Catar servem pratos de todo o mundo para todos os paladares e bolsos. Embora o país se destaque em ofertas de refeições requintadas, também permite refeições econômicas sem diminuir a qualidade.

Uma das dicas mais famosas é o Shay AlShomous, tradicional restaurante que oferece comida local. Há também a cadeia de restaurantes Karak Manes, dedicado à culinária do país. Como em todo grande evento, redes tradicionais, como Mc Donalds e Burger King também devem desembarcar em peso no país.

Continue lendo