anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 28 de junho de 2022

Corpo de Lucimara chega a Campo Grande para sepultamento nesta terça

Duas Pax e a Associação das Funerárias do Interior de MS vão arcar com o translado e sepultamento.
10/05/2022 às 08:43
Midiamax, Diego Alves
(Arquivo Pessoal)

O corpo de Lucimara de Oliveira, de 50 anos, chegou em Campo Grande na noite desta segunda-feira (09) para o sepultamento que ocorrerá no cemitério do Cruzeiro, na manhã desta terça-feira (10). Lucimara que vivia como moradora de rua na cidade de Ribeirão Preto (SP), era dependente química e sofreu um infarto.

Sem nenhuma identificação, ela poderia ter sido enterrada como indigente no estado paulista. Após matéria publicada pelo Jornal Midiamax no último dia 4, a família soube da morte de Lucimara. A Associação dos Anjos das Ruas, ONG em São Paulo, foi quem fez a divulgação inicial sobre o caso nas redes sociais.

A família conta que após 2005, ela não veio mais visitar a família em Campo Grande e, posteriormente, perderam o contato com Lucimara.

O corpo dela foi trazido pela Pax Jaraguari do Brasil e o sepultamento será realizado pela Pax Anjos da Paz, de Campo Grande. "A Associação das Funerárias do Interior de Mato Grosso do Sul foi quem arcou com o combustível", diz Jhone Barros, proprietário da Pax Jaraguari do Brasil. Uma vaquinha online chegou a ser feita e arrecadou R$ 2 mil, valor utilizado para comprar o caixão.

A irmã, Antônia de Oliveira, contou que desde 2005, a família não tinha notícias dela. “A gente procurava pelas redes sociais, pelo número do CPF que sempre constava como cancelado e nuca achava nada”, disse. Antônia ainda falou que chegou a trabalhar um tempo com Lucimara em São Paulo, mas depois voltou para Mato Grosso do Sul. O sepultamento ocorrerá às 11 horas no cemitério do Cruzeiro, em Campo Grande.