anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 20 de agosto de 2022

Combate a incêndios na região no Pantanal conta com 40 militares e apoio de aeronave

De janeiro até o atual momento, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) registrou 589 focos de queimadas no Pantanal.
11/07/2022 às 15:31
da Redação, João Pedro Flores
(Divulgação Corpo de Bombeiros)

Duas guarnições de combate a incêndio florestal com oito militares do Corpo de Bombeiros (CBMMS) atuam na região de Porto Murtinho e no Parque Estadual do Pantanal do Rio Negro (Abobral). Além disso, a operação ganhou o reforço da aeronave Air Tractor, usada nas regiões de difícil acesso. O avião tem capacidade para transportar até três mil litros de água.

Na Operação Pantanal 2022, o Corpo de Bombeiros intensificou o combate aos incêndios nas regiões do bioma, devido ao clima seco. Em Porto Murtinho, nesse domingo (10), três guarnições com 16 bombeiros do próprio município e mais cinco que foram mobilizados para apoio, controlaram um incêndio na região.

Nesse início de julho, os focos estão concentrados principalmente na região e para amenizar a situação das queimadas, foram empenhados ao todo foram 40 bombeiros no bioma pantaneiro, segundo informações do comando. 

De janeiro até o atual momento, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) registrou 589 focos de queimadas no Pantanal, sendo 128 somente no mês de julho. Nessa mesma época no ano passado, 317 pontos de calor foram registrados pelo instituto. Ou seja, houve um aumento de 47% nos focos de incêndio.

Continue lendo