anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 16 de agosto de 2022

Sete candidatos dão largada à disputa pelo Governo

Agora cabe à Justiça Eleitoral analisar e aprovar cada candidatura.
06/08/2022 às 11:06
Campo Grande News
Ilustração.
Ilustração. (Divulgação)

Foi dada a largada oficial à corrida eleitoral em Mato Grosso do Sul. Após o fim do prazo para realização de convenção partidária, o estado tem estruturado o cenário que deve prevalecer até outubro quando de candidatos os mais votados passam a eleitos. Ao todo sete nomes encabeçam as chapas majoritárias.

São eles: o ex-governador André Puccinelli (MDB) com Tania Garib como vice, o ex-prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD) com Viviane Orro, a deputada federal Rose Modesto (União Brasil) com Alberto Schlatter, o ex-secretário de Estado Eduardo Riedel (PSDB) com José Carlos Barbosa, o deputado estadual Renan Contar (PRTB) com Humberto Figueiró, a advogada Giselle Marques (PT) com Abílio Vaneli e o também advogado Adonis Marcos (Psol) com Ilmo de Oliveira.

Os candidatos ao Senado são a deputada federal Tereza Cristina (PP) na chapa de Riedel, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (União Brasil) na chapa de Rose, o ex-juiz Federal Odilon de Oliveira (PSD) na chapa de Marquinhos, o professor universitário Tiago Botelho (PT) na chapa de Giselle, Anizio Tocchio (Psol) na chapa de Adonis e o jornalista Jeferson Bezerra (Agir). Vale ressaltar que todas as candidaturas serão analisadas e aprovadas pela Justiça Eleitoral.

Alianças – O MDB não lançou nome para senador e sai em chapa pura com 25 candidatos para deputado estadual e 9 para federal. O União Brasil fechou aliança com o Podemos com oito candidatos a deputado federal e 20 para estadual.

A federação PSDB e Cidadania terá 9 candidatos à Câmara Federal e 25 à Assembleia Legislativa e caminha com PP, PL, Republicano, PSB e PDT. O PSD se aliançou ao Patriotas e terá 10 candidatos a deputado federal e 20 para estadual.

O PTRB se uniu ao Avante e a chapa terá 25 candidatos para deputado estadual e 9 para federal. O PT, junto com PCdoB e PV, também definiu 10 candidatos ao cargo de deputado federal e 20 para deputado estadual. A Federação Rede PSOL também lançou 9 candidatos ao cargo de deputado federal e 25 para deputado estadual.

Calendário – A partir do dia 16 de agosto fica permitida a propaganda eleitoral, inclusive na internet, além da realização de comícios, utilização de aparelhagem de som, distribuição de material gráfico com número e nome de urna e funcionamento dos comitês de campanha.

Continue lendo