anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 16 de agosto de 2022

Com R$ 9,4 milhões investidos pelo Governo, reforma do estádio Morenão já está em andamento

O término da reforma está previsto para o fim do ano.
11/06/2022 às 07:08
da Redação, Clara Rockel e Lucas Castro
(Chico Ribeiro/Arquivo)

A reforma do Estádio Universitário Pedro Pedrossian, carinhosamente conhecido pelos sul-mato-grossenses como “Morenão”, já está a todo vapor. Com total de R$ 9,4 milhões investidos pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), o término da reforma está previsto para o fim do ano.

Nesta sexta-feira (10), o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho, acompanhou a vistoria da obra, liderada pelo promotor Luiz Eduardo Lemos de Almeida, titular da 43ª Promotoria de Justiça de Campo Grande. A visita também foi acompanhada pelo pró-reitor de Administração e de Infraestrutura da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Augusto Malheiros, e pelo pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte da instituição, Marcelo Fernandes.

“Queremos entregar o estádio com o gramado adequado, as arquibancadas e vestiários em condições, e toda a parte estrutural pronta para ser utilizada”, salienta o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho. “Há uma fiscalização constante, fase por fase, a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) acompanha, nós da Fundesporte também acompanhamos, por conta dos detalhes técnicos exigidos. Assim, ao final, a obra estará definitivamente regularizada”, conclui. 

O processo de revitalização foi dividido em três etapas: estrutura e banheiros, parte elétrica, e acessibilidade e pânico. “Conforme a devolutiva do doutor Luiz Eduardo Lemos, o andamento da obra está satisfatório”, declara o pró-reitor Augusto Malheiros. “Essa é uma edificação de mais de 50 anos e, mesmo assim, nos deparamos com uma estrutura muito boa, que resistiu a todo esse tempo. Evidentemente, há um desgaste, uma saturação nos materiais, e é por isso que há a necessidade dessa revitalização e manutenção”, continua. 

Para Malheiros, apesar de a previsão de entrega ser apenas no final do ano, existe a possibilidade de que o estádio seja utilizado antes. “Com algumas das fases executadas, o Morenão poderá ser usado para o futebol ou outros eventos. Porém, tudo depende de uma série de fatores, como o ritmo de obras e questões contratuais. Conforme o decorrer destes pontos, pode ser até que antecipemos a entrega”, finaliza.  

História

O Estádio Universitário Pedro Pedrossian (Morenão) foi construído em 1971, no campus da então Universidade Estadual de Mato Grosso (UEMT), que mais tarde viria a se tornar a UFMS. A obra foi batizada em homenagem ao dirigente do Estado na época, o ex-governador Pedro Pedrossian, falecido em 2017.

É o maior estádio de Mato Grosso do Sul, ocupando a 18ª posição em relação aos estádios brasileiros. O Morenão já foi sede de um jogo da Seleção Brasileira de Futebol contra a Venezuela, nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, com o jogo terminando em um empate de 0x0.

Continue lendo