anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 28 de junho de 2022

Com o Propeq Dinamiza, Governo incentiva o desenvolvimento de pequenos negócios em MS

O objetivo do programa é garantir oportunidades para o crescimento da economia estadual com apoio a base produtiva.
26/05/2022 às 17:54
da Redação, Rosana Siqueira
(Divulgação )

Na quarta-feira (25), durante a abertura da 25ª Showtec – Feira de Tecnologias para a Agropécuaria em Maracaju, o governador Reinaldo Azambuja e o titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, conheceram um pouco das ações desenvolvidas por meio do Programa Estadual de Apoio aos Pequenos Negócios de MS (Propeq Dinamiza), no município.

Em visita ao estande do Senai, Jaime Verruck ressaltou o trabalho realizado pela Semagro e o Sistema Fiems em Maracaju, por meio do Propeq Dinamiza, no apoio às agroindústrias na obtenção do Selo Arte, que certifica a qualidade de produtos dos pequenos negócios do município.

“Dentre as ações, nós já fizemos a destinação de equipamentos e veículo para a realização dos trabalhos. O objetivo é auxiliar o trabalho da entidade que atua no fomento aos pequenos negócios por meio de capacitação e qualificação dos empreendedores”, comentou o titular da Semagro.

O Propeq Dinamiza está em execução desde agosto de 2021 e segue até outubro de 2022, tendo como público-alvo os pequenos negócios, Grandes e Médias Empresas e a Comunidade Local. O programa está dividido em quatro eixos: Dinamização econômica dos municípios; Impulsionamento da governança territorial para melhoria do ambiente de negócios; Promoção Comercial dos Produtos Regionais e Apoio a iniciativas locais de inclusão produtiva.

O objetivo do programa é garantir oportunidades para o crescimento da economia estadual com apoio a base produtiva. A realização é do Sebrae, Senai e SemagroO Propeq Dinamiza tem investimento de R$ 10 milhões, sendo que 50% são provenientes da Semagro, oriundos do Fundo Estadual Pró-Desenvolvimento Econômico (Prodesenvolve) e os outros 50% do Sebrae.