anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 25 de junho de 2022

PMA de Batayporã autua infrator em R$ 21 mil por erosões provocadas por falta de conservação de solo

O proprietário já havia sido notificado anteriormente, porém, o infrator não havia cumprido nem apresentado justificativas plausíveis.
22/06/2022 às 16:58
da Redação, Ednilson Paulino Queiroz
(Divulgação PMA )

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Batayporã, nesta terça-feira (21), autuou e multou em R$ 21 mil, um proprietário rural de 70 anos, por danos ambientais encontrados em sua propriedade.

Conforme informações da PMA, durante fiscalização em propriedades rurais no município, os policiais estiveram em uma propriedade, onde havia diversos pontos de processos erosivos em uma extensa área de pastagem, pela falta de conservação do solo. O proprietário, residente em Naviraí, já havia sido notificado anteriormente a realizar terraceamento com a finalidade de evitar processos erosivos e a fazer a correção das erosões do tipo ravinas já existentes, para que não viessem a virar voçorocas, porém, o infrator não havia cumprido nem apresentado justificativas plausíveis para o não cumprimento da atitude de relevante interesse ambiental.

O infrator foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 21.320,47. A PMA determinou a interdição das áreas afetadas para proteção e recuperação. O proprietário também foi notificado a apresentar um Projeto de Recuperação de Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental.