anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 20 de agosto de 2022

Em 48h, cinco pessoas morreram em acidentes nas rodovias de MS

Quatro mortes ocorreram na noite de sábado (09) em rodovias federais do Estado.
11/07/2022 às 10:58
Campo Grande News, Adriano Fernandes
(Jornal da Nova )

Em 48 horas, cinco pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito das rodovias de Mato Grosso do Sul. Três deles ocorreram em rodovias federais, deixando um rastro de imprudência e luto. Na noite do último sábado (09) foi a mais violenta com quatro mortes.

Depois de viajar por 500 quilômetros, o motociclista Luiz Henrique Santos da Silva, de 25 anos, morreu a 20 minutos antes de chegar na casa da mãe após ser atingido por um veículo, na BR-060, entre Paraíso das Águas e Chapadão do Sul.

Um casal que seguia no carro ficou ferido e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiro ao Hospital Municipal da região. Uma das vítimas chegou a ficar presa às ferragens e foi resgatada inconsciente. Conforme apurado pelo site local BNC Notícias o acidente foi causado pelo veículo de passeio que tentou ultrapassagem, mas acabou colidindo de frente com a motocicleta.

Já entre as cidade de Dourados e Deodápolis o produtor rural José Francisco Selotto, morreu depois de perder o controle da direção da sua caminhonete e capotar à margem da MS-276. O impacto foi tão violento, que o veículo partiu um coqueiro no meio. Nesta mesma rodovia, na tarde da última sexta-feira (08) outro acidente resultou na morte de Felipe Lima Caldeira, de 26 anos.

Ainda sábado (09), mas no início da madrugada um outro homem, ainda sem identificação, morreu atropelado na BR-163, em frente ao Posto Amigão, em Jaraguari, cidade distante 47 km de Campo Grande. Ele foi atropelado por um motorista que não prestou socorro e a suspeita é de que ele era um andarilho, já que não portava documentos.

Na BR-158 entre Cassilândia e Paranaíba, Delcio Luiz da Silva, de 52 anos, passageiro de uma caminhonete, morreu após o veículo, que tinha outras duas pessoas, colidir de frente com uma carreta que seguia sentido contrário na noite de sábado (10).

Já neste domingo (10), Alan Carlos Taveira, de 42 anos, morreu na MS-134, próximo ao distrito de Casa Verde, em Nova Andradina, também em uma capotagem. Alan seguia no sentido à área urbana de Nova Andradina quando, próximo ao km 89, perdeu o controle da direção e capotou o veículo. Ele foi arremeçado durante a capotagem. 

Continue lendo