Com 87 plataformas digitais, governador defende Estado moderno e inovador durante conferência

Ele destacou que um dos objetivos é tornar o Estado moderno e ágil.

25/11/2021 às 16:14 | da Redação, Leonardo Rocha

Para contribuir com as discussões e debates da 24° Conferência da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), o governador Reinaldo Azambuja esteve à frente do painel “Gestão de Inovação com Governadores”. Ele destacou que um dos objetivos é tornar o Estado moderno e ágil, por isso criou 87 plataformas digitais, que são usadas por 27 mil pessoas por dia.

“A inovação e modernização do Estado sempre foi prioridade, para reduzir a burocracia e facilitar o acesso das pessoas aos serviços públicos. Criamos 87 plataformas digitais, que atendem diferentes setores como Detran, Imasul, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Fazenda, na liberação de guias, licenças e outros documentos”, descreveu o governador, durante o evento.

Reinaldo Azambuja destacou que a intenção é “facilitar a vida do cidadão” e dar mais transparência as atividades públicas. “Tínhamos Agenfas (Agências Fazendárias) em 79 cidades, depois reduzimos para 46, porque não havia mais necessidade devido as novas plataformas. Sempre defendi uma gestão moderna, com inovação e investimentos em tecnologia”.

O governador ponderou que para criar este cenário de investimentos e modernidade, o Estado teve que adotar uma série de medidas, como as reformas administrativa, previdenciária e fiscal, os contratos de gestão, além de medidas de transparência, teto de gastos com os poderes e a implantação de PPPs (Parceria-Público-Privada), como do esgotamento sanitário e a próxima sobre infovia digital.

“No esgotamento sanitário, por exemplo, chegaremos a 100% da coleta em 10 anos nos 68 municípios, em um investimento de mais de R$ 1,9 bilhão. Se fosse só com recurso público levaríamos 40 anos para chegar neste índice”, descreveu.

Conferência

Nesta edição, a Conferência tem como tema central a “Unale 25+”, que trata dos 25 anos da entidade e busca redesenhar os caminhos e desafios do Poder Legislativo após a pandemia do coronavírus, que atingiu todo País e mudou a rotina e as atividades dos parlamentares desde o ano passado.

O evento começou ontem (24) e segue até o dia 26 de novembro, em Campo Grande, com a participação de parlamentares de diferentes estados do País. Estão sendo realizados diversos painéis e debates sobre o futuro dos parlamentos estaduais.

Também estão em pautas temas importantes como os cenários e tendências econômicas, aspectos econômicos do agronegócio, utilização das redes sociais em campanhas, código eleitoral e gestões estaduais de inovação. Ainda haverá a Assembleia Geral para eleição da nova diretoria da Unale.

Mais fotos

Carregando comentários...
Notícias
Variedade

O Idest utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.