Hemosul está em situação de absoluta emergência para sangue tipo O+

Hemosul não está conseguindo atender os hospitais e pacientes estão precisando desta tipagem.

16/09/2021 às 11:06 | da Redação

O Hemosul Coordenador, que fica na avenida Fernando Correa da Costa, 1.304, em Campo grande, está convocando doadores para suprir a demanda e repor os estoques. Maira Franceschi, responsável pela comunicação do órgão explica que a emergência absoluta é para o tipo O +.

"Nós estamos numa situação absoluta de emergência aqui no Hemosul, nós não temos sangue O+ para oferecer à pacientes graves internados em vários hospitais da Capital e do interior. A situação é muito grave, nós temos apenas 15% do sangue mais utilizado e mais comum na sociedade. Por favor, você que é doador, você que ainda não é doador e sabe que é tipagem O+, venha para este ato de solidariedade, nós precisamos de você para salvar essas vidas. Também estamos precisando de O- e de várias outras tipagens, mas a emergência absoluta é para o sangue O+", disse Maira.

Lembrando que para ser doação é preciso portar documento oficial com foto, estar em boas condições de saúde, não estar gripado, com doenças respiratórias ou com infecções; estar descansado, bem alimentado e hidratado.

Os doadores que já foram vacinados têm que esperar o prazo que é de 48h para quem tomou a Coronavac e sete dias para quem foi vacinado com a Pfizer, Astrazeneca ou Janssen.

Critérios 

Cidadãos devem seguir algumas exigências para doar sangue. São elas:

  • Ter entre 16 e 69 anos
  • Ter 55kg ou mais
  • Não ter tomado vacinas recentemente
  • Estar bem alimentado
  • Não tomar certos medicamentos (consultar um médico)
  • Não possuir determinadas doenças, como autoimunes, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, Doença de Chagas, Hepatite, AIDS, Sífilis e etc
  • Homens podem doar até 4 vezes por ano; já mulheres, até 3 vezes por ano.

O Hemosul tem outros polos no interior divididos nas diversas regiões de Mato Grosso do Sul, sendo em Dourados, Três Lagoas, Ponta Porã, Paranaíba e Coxim. 

Mais fotos

Carregando comentários...
Notícias
Saúde

O Idest utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.