Sonora: Projetos Sociais com atividades esportivas mudaram realidade de jovens na era Mano

Imagem:

Projetos foram criados enquanto Clarice era gerente de assistência social.

12/10/2020 às 12:43 | do Idest, Eder Pereira com assessoria.

Alguns projetos sociais tendem a incluir os jovens carentes e transformar suas vidas. Vendo o número cada vez mais alto de crianças e adolescentes nas ruas de Sonora, Clarice Ewerling, enquanto era gerente de assistência social, na administração do ex-prefeito Zelir Maggioni, o Mano, criou projetos sociais para atender esses jovens, que eram desenvolvidos na Pronav. Durante o projeto foram atendidos cerca de 500 jovens sonorenses. Na ação as crianças tinham aulas de: jiu jitsu, capoeira, futebol, balé, pintura, bordado, fanfarra, boxe, judô, dança, vôlei, entre outros e ao mesmo tempo, exigia boas notas e participação da família em algumas atividades.

Para participarem do projeto social as crianças e adolescentes precisavam estar matriculados em uma rede de ensino e frequentarem as aulas. Assim além de incentivar os estudos, o projeto tirava esses jovens das ruas, promovendo educação, esporte e lazer. “Na época muitas crianças catavam latinhas e ficavam o dia inteiro nas ruas de Sonora, queria mudar o futuro desses jovens. Então fui até Brasília e viabilizei esse projeto, contratando professores para cada modalidade. Atendemos cerca de 500 jovens no projeto e realizamos todo o acompanhamento escolar’’, pontuo Clarice.

Através do esporte e da educação vários jovens tiveram suas vidas transformadas como no caso do atleta de vôlei Júlio Santana, “durante o projeto tive o primeiro contato com o vôlei, onde peguei amor pela modalidade. Não tínhamos muitas oportunidades, e a Clarice viabilizou o projeto social levando o esporte para Sonora. E graças a ela, hoje sou um atleta profissional do vôlei’’, comentou Júlio.

Mais fotos

Carregando comentários...
Notícias
Política