Sonora: Mulher é assediada, relata em rede social e descobre que autor fez outras vítimas

Imagem:

Há relatos de pelo menos outras cinco mulheres que foram assediadas por um homem com as mesmas características.

24/07/2020 às 09:32 | do Idest, Eder Pereira

Uma mulher foi vitima de assédio em plena luz do dia na rua das Paineiras, lateral do Clube do Laço Kansas em Sonora, na tarde desta quinta-feira (23). Após a vítima postar o acontecido nas redes sociais, várias outras mulheres se pronunciaram relatando terem sido assediadas por um homem com as mesmas características, outras relatam que foram salvas até de tentativa de estupro.

Mesmo com as mulheres terem registrado boletim de ocorrência na Polícia Civil, o homem continua solto, há vários relatos de ataques, assédio de dia e de noite, tentativa de estupro e todas as vitimas passam as mesmas características e modo de agir do possível autor.

De acordo com a vítima, ela seguia pela rua das Paineiras, por volta das 13h40 desta quinta-feira (23), quando foi abordada pelo homem que a assediou, tocou em suas partes íntimas e foi embora como se nada tivesse acontecido. Ela disse que depois ainda foi até a Caixa Econômica Federal, mas como estava muito nervosa e constrangida, ligou para algumas amigas, que a orientaram a procurar a polícia e registrar o fato. Após o registro na delegacia, mesmo constrangida, com vergonha, mas revoltada e nervosa, a mulher resolveu expor seu caso nas redes sociais, onde recebeu apoio de dezenas de mulheres e descobriu que o mesmo homem pode ter feito outras vítimas na cidade.

Neste último caso, a vítima descreve um homem moreno, com uma bicicleta da marca Monarca, já desgastada e enferrujada, usava boné, chinelo, camiseta e shorts jeans.

Entramos em contato com o delegado de Sonora e o mesmo se encontra afastado por motivos pessoais e quem responde pela delegacia no momento é o delegado de Pedro Gomes, Murilo Jorge Vaz Silva.

O delegado responsável disse que já tomou conhecimento do caso e informou que diligências foram realizadas, mas o autor não foi encontrado. Ele destaca que todas as possíveis vítimas devem procurar a delegacia e registrar o fato, assim colaboram com a polícia para encontrar o autor, informando mais detalhes e características do indivíduo.

Murilo Jorge, delegado em substituição, disse estará em Sonora na tarde desta sexta-feira (24) e vai se interar mais sobre a situação e pedirá mais atenção ao caso, no intuito de encontrar o autor dos fatos e elucidar o crime.

Carregando comentários...
Notícias
Policial