Polícia conclui perícia em helicóptero que caiu em fazenda de MS

Modelo Robinson 44 II estava com certificado de aeronavegabilidade suspenso desde 2019 , portanto em situação técnica irregular.

16/09/2020 às 15:37 | da Redação

O Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco) da Polícia Civil realizou perícia no helicóptero que pegou fogo na tarde da última sexta-feira (11) em Iguatemi e constatou que a aeronave teve um pouso de emergência com posterior fogo em solo.

Segundo informações da Polícia Civil, há indícios de que o incêndio teria sido provocado e com tempo suficiente para fuga do comandante e outros passageiros que ali estivessem a bordo, visto que o pouso se deu em manobra de emergência denominada por autorrotação, que não ocasiona maiores danos na aeronave ou em seus ocupantes.

O helicóptero de modelo Robinson 44 II fabricado em 2009, cor preta e prefixo PR FIN com comunicação de venda recente, em 22 de julho deste ano, e que estava com certificado de aeronavegabilidade suspenso desde 29 de novembro de 2019, portanto em situação técnica irregular.

As investigações de repressão qualificada continuam pelo Dracco em torno de dados de controle de espaço aéreo e de operação aérea, sendo que os destroços já foram removidos do local e apreendidos.

Carregando comentários...
Notícias
Policial