PMA autua advogado por desmatamento ilegal de vegetação protegida em sua propriedade em Camapuã

O infrator de 73 anos, residente em Londrina (PR), foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 59.350,00, multa agravada pela área ser protegida por lei.

12/07/2020 às 08:31 | da Redação

Um desmatamento ilegal em área protegida de reserva legal no município de Camapuã foi localizado com uso de GPS, quando Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste realizaram fiscalização em uma fazenda neste sábado (11). A supressão ilegal de 11,87 hectares de vegetação nativa de cerrado foi levantada por imagem de satélites.

De acordo com informações da PMA, foi utilizado drone para caracterização da área desmatada e aparelho de GPS para localização e aferição. Devido a recenticidade do desmatamento, a madeira proveniente da vegetação desmatada ilegalmente encontrava-se somente derrubada e não havia enleiramento ainda. Foi apresentada aos Policiais uma autorização do órgão ambiental para um desmatamento de 257 hectares do ano passado (2019), mas para outra área, e não da reserva legal protegida por Lei. As atividades foram interditadas.

O infrator de 73 anos, residente em Londrina (PR), foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 59.350,00, multa agravada pela área ser protegida por lei. Ele também responderá por crime ambiental com pena de um a três anos de detenção. O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Mais fotos

Carregando comentários...
Notícias
Policial