Ministério registra recorde de apreensão de cocaína em 2021

A maioria das apreensões ocorreu na Região Centro-Oeste.

14/01/2022 às 17:14 | Agência Brasil, Valéria Aguiar

O Ministério da Justiça e Segurança Pública anunciou que foi registrada apreensão recorde de cocaína em 2021. De acordo com dados do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (Vigia), houve aumento de 125% de apreensões em relação ao ano de 2020.

Segundo a pasta, mais de 18 toneladas foram apreendidas no ano passado. O material é avaliado em R$ 620 milhões. Em 2020, oito toneladas de cocaína foram apreendidas.

A maioria das apreensões ocorreu na Região Centro-Oeste (12 toneladas).

Os dados também mostram que o trabalho do programa resultou em R$ 2 bilhões em prejuízo aos criminosos, incluindo a apreensão cigarros contrabandeados, barcos e veículos.

O Programa Vigia está em 14 estados e tem objetivo de fortalecer o combate à criminalidade, por meio da integração de operações, capacitação e compra de equipamentos.

Carregando comentários...
Notícias
Policial

O Idest utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.