Assentado é multado em R$ 25 mil por manter gado em área protegida de reserva legal coletiva

Infrator também responderá por crime de degradação de área protegida de reserva legal, que prevê pena de detenção de três meses a ano.

16/08/2021 às 07:54 | do Idest, JWC

Um assentado foi autuado e multado em R$ 25 mil pela Polícia Militar Ambiental (PMA) de Rio Negro, no sábado (14) à tarde, por criar vários animais bovinos, dentro da área protegida de Reserva Legal coletiva do assentamento Rancho Alegre, (protegida por lei), localizado no município de Corguinho.

Conforme informações da PMA, os policiais receberam denúncias e uma equipe foi ao local, onde percebeu que infrator abriu a cerca que protegia a reserva e colocou o gado dentro da área para forrageamento e dessedentação, o que estava causando degradação da área protegida, inclusive, de um pequeno manancial, devido ao pisoteio dos animais. O assentado rural foi notificado a retirar os animais da área protegida imediatamente e a consertar a cerca.

Manancial afetado pelo pisoteio do gado. Foto: Divulgação PMA

O infrator, residente no assentamento, além da multa, também responderá por crime de degradação de área protegida de reserva legal, que prevê pena de detenção de três meses a ano.

Mais fotos

Carregando comentários...
Notícias
Policial

O Idest utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.