Procon de Rio Verde alerta população para golpe do boleto falso

Confira dicas de como conferir se o boleto que está pagando não é falso.

13/05/2021 às 13:20 | da Assessoria
O Procon de Rio Verde de Mato Grosso, alerta à população sobre o golpe do boleto falso que está acontecendo na cidade. A Coordenadora do Procon de Rio Verde, Paula Gomes, explicou que existem inúmeras formas do consumidor detectar boletos falsos, mas que isto requer atenção e cuidado na hora do recebimento da correspondência e durante o pagamento.
 
“O consumidor deve sempre verificar se os primeiros dígitos do código de pagamento coincidem com o código do banco que aparece como sendo o emissor do boleto. Por exemplo, um boleto do Banco do Brasil sempre começará com 001, do Bradesco com 237, da Caixa Econômica Federal com 104, do Itaú com 341 e do Santander com 033”, explicou.
 
Além do formato de carta, a coordenadora ressaltou que muitas empresas ampliaram seus formatos de pagamento para o eletrônico, buscando facilitar para os consumidores. Por isso, as fraudes por este método também se tornam ainda mais frequentes.
 
“Caso apareça que o beneficiário é uma pessoa física, quando se está comprando de uma empresa, há um forte indício que o boleto é falso. O consumidor pode observar também se o valor da fatura está correto, observar se seus dados pessoais descritos estão corretos, conferir o CNPJ das empresas, além de buscar por erros de português e de formatação nas faturas”, ressaltou.
 
Com os boletos que precisam fazer download pelo site do credor, é necessário que o consumidor certifique-se de que está acessando o site verdadeiro do lojista, em que o endereço eletrônico começa por “https”. O consumidor também consegue identificar páginas seguras pelo selo do certificado SSL, correspondente ao ícone no formato de um cadeado, o que as asseguram contra invasões e garante maior confiabilidade para o documento que está sendo baixado.
 
Em caso de desconfiança ao receber um boleto diferente, o Procon recomenda que o consumidor entre em contato com a empresa geradora do serviço e a entidade bancária onde o pagamento foi ou será feito. Caso haja a confirmação da fraude, o consumidor deve realizar um boletim de ocorrência na Polícia Militar e acionar imediatamente o Procon.
 
O Procon está à disposição para atender a população. Para atendimentos presenciais, basta ligar no número 67.3292.1819 e agendar.
Carregando comentários...
Notícias
Cidades