Prefeitura de São Gabriel do Oeste lança projeto piloto de coleta mecanizada na Cohab IV

O bairro recebeu contêineres de coleta em pontos estratégicos das ruas, onde os moradores devem descartar o lixo doméstico.

29/05/2021 às 14:45 | do Idest, JWC

São Gabriel do Oeste lançou na manhã deste sábado (29), o “Coleta Mecanizada Saae 100% Você”, um projeto piloto de mecanização da coleta seletiva de resíduos domésticos. A iniciativa é realizada pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), em parceria com a Aurora.

O município é o primeiro do Estado a implantar o sistema, que irá funcionar em fase de testes primeiramente na Cohab IV. O bairro recebeu contêineres de coleta em pontos estratégicos das ruas, onde os moradores poderão descartar o lixo doméstico. Contêineres verdes serão utilizados para o descarte de recicláveis, já os de cor marrom serão utilizados para o lixo orgânico. Ao todo, 30 contentores de lixo com capacidade de mil litros estarão disponíveis.

De acordo com o relato do vice-prefeito, Valdecir Malacarne ao Idest, o objetivo do projeto é melhorar a coleta de resíduos no município, bem como melhorar a coleta seletiva. “Com certeza acabará com aquele lixo exposto nas nossas tradicionais lixeiras. Lixo ao chão, onde os animais possam estar rasgando, comendo restos de comida e acabará com aquela poluição visual em nossa cidade. É o início de um pequeno projeto, mas dando certo, a ideia do município é lançar em toda a cidade”, disse Valdecir.

“Esperamos que a população entenda esse projeto, não veja esse contêiner na frente da sua casa, como um problema, e sim como uma solução que virá para resolver grande parte sobre a questão de resíduos em nossa cidade. Agradecer também a parceria da Aurora, que faz esse trabalho socioambiental juntamente com o município”, encerrou Valdecir.

Voluntários da Aurora participaram do lançamento e ação de informação aos moradores. Foto: do Idest.

Após a solenidade de lançamento do projeto, foi realizado um trabalho de informação aos moradores do bairro. Equipes da Prefeitura, Saae e Aurora percorreram a Cohab IV realizando a entrega de panfletos e orientação sobre o descarte.

A presidente do Saae, Rose Pires, relatou à nossa equipe que a coleta seletiva já é realizada há doze anos no município. “Agora o Saae está dando mais um passo à frente, juntamente com a Prefeitura Municipal e a Aurora e a também e Cooperasgo. É uma parceria para que todos possam ganhar e se ajudar para um município mais bonito, e que será destaque no Mato Grosso do Sul”, destacou.

Ainda conforme Rose, coleta mecanizada é uma tendência e São Gabriel do Oeste será o primeiro município no estado a ter um projeto piloto na categoria. “É um investimento muito alto para mecanizar toda a cidade, por isso, nós vamos fazer o projeto piloto com a compra de trinta contêineres, a princípio, por questão de logística, nós escolhemos a Cohab IV. Esses contêineres nós investimos com recursos próprios do Saae, R$ 54.570,00”, disse.

Foto: do Idest

A princípio, a coleta dos resíduos será duas vezes por semana, porém, dependendo da necessidade, a quantidade poderá ser alterada. “Se houver uma geração de lixo muito grande, um volume muito grande, o Saae passará a recolher três vezes por semana. A higienização desses contêineres, ela será feita na secretaria de Obras pela equipe do Saae. Lembrando que após a implantação do projeto em todo o município será necessário a compra de um equipamento específico para higienização, que é um caminhão higienizador que custa, em média, de setecentos a oitocentos mil reais. Então, é um investimento muito alto para o início de um projeto, mas a nossa torcida e a nossa vontade, é que seja um sucesso”, destacou Rose.

Para a presidente do Saae, o projeto vai gerar mais renda à Cooperasgo, e beneficiar os coletores, pois, do jeito que é feita a coleta atualmente, acontecem muitos acidentes com materiais cortantes como vidro.

É importante destacar que futuramente com o novo sistema mecanizado, os resíduos domiciliares descartados em lixeiras em frente as residências deste bairro não serão mais recolhidos. Portanto, será necessário que o morador deposite o lixo em sacos plásticos e descarte em um dos contêineres.

O gerente da unidade da Aurora em São Gabriel do Oeste, Moisés Caetano de Oliveira Júnior, destacou que a empresa “entra forte na questão da educação ambiental”, ao participar da parceria.

“Esse trabalho de sensibilização da comunidade, a partir de agosto, em conjunto com a Secretaria de Educação, faremos um trabalho nas escolas, algumas gincanas, para que a gente possa construir essa cultura da separação do lixo com as crianças. E nós temos convicção e certeza que fazendo esse trabalho cultural dentro das escolas, isso vai ser levado pro pai, pra mãe e a própria criança vai incentivar em casa. Então, é um trabalho a longo prazo, de educação continuada, que nós estamos fazendo e também auxiliando a cooperativa de catadores, para que eles potencializem os resultados financeiros para as diversas famílias que sobrevivem com aquela atividade”, destacou Moisés.

Foto: do Idest

Moisés destacou que a implementação do projeto o poder público também acaba sendo beneficiado, pois, hoje São Gabriel do realiza o transbordo do lixo. “Aquilo que não é reciclado, é levado para Campo Grande, então, um custo. Em conjunto com a sociedade, com os moradores de São Gabriel do Oeste, quanto mais a gente conseguir resgatar esse material reciclável, é ganho ambiental, é ganho financeiro para cooperativa de catadores, é ganho para o poder público também e qualidade de vida para comunidade”, encerrou.

O lançamento do projeto contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Fernando Rocha, secretário de Desenvolvimento Econômico Roberto Emiliani Júnior, voluntários da Aurora e servidores do Saae.

Entenda como funciona

No sistema mecanizado serão instalados 30 contêineres no bairro Cohab IV (02 por quadra). Para coleta, o caminhão se posiciona ao lado do recipiente e em seguida, um coletor conecta o contêiner aos braços mecânicos do veículo adaptado e o suspende. Dessa forma, o lixo será despejado no caminhão. 

Para que o projeto seja eficiente, é fundamental a colaboração da população. Essa tarefa inclui depositar somente material orgânico no contêiner marrom e apenas reciclado no contêiner verde; não mudar o contêiner de lugar pois ele possui rodas e sempre fechar a tampa.

Carregando comentários...
Notícias
Cidades