São Gabriel do Oeste continua com maior rebanho suíno do Estado, aponta IBGE

Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) apontou que Mato Grosso do Sul teve redução de 7% no rebanho suíno em 2020.

29/09/2021 às 11:08 | da Redação

Em 2020, foram contabilizados 1,4 milhões de suínos, uma retração de 7,0% em Mato Grosso do Sul, conforme a Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), divulgada nesta quarta-feira (29). Em contrapartida, o número de matrizes de suíno voltou a apresentar acréscimo e atingiu a marca de 130 mil (cabeças), alta de 9,2%. Com isso, Mato Grosso do Sul caiu uma posição e agora ocupa a 8ª posição no ranking entre os Estados, perdendo o posto para o estado de São Paulo.

São Gabriel do Oeste (227.067) ainda ocupa a primeira posição entre os municípios com maior efetivo de rebanho suíno (cabeças), seguido por Glória de Dourados (210.381), Brasilândia (152.678), Dourados (132.206) e Jateí (126.157). Entre esses cinco municípios houve mudança somente nos dois últimos, tendo Dourados passado Jateí no ranking de 2020 se comparado com o ano anterior (2019).

Em relação as matrizes de suínos (cabeças), São Gabriel do Oeste (23.539) continua como o maior produtor acompanhado por Jateí (20.433), Brasilândia (17.998), Ivinhema (15.936) e Campo Grande (7.735). Comparando com 2019, houve mudança entre os municípios de Brasilândia e Ivinhema, tendo o primeiro superado o segundo.

Principais resultados do Mato Grosso do Sul

Em Mato Grosso do Sul, no ano de 2020, houve crescimento nos rebanhos de bubalinos (9,44%), equinos (13,77%), caprinos (8,81%), galináceos (1,20%) e codornas (35,57%). Bovinos (-1,96%), suínos (-3,02%) e ovinos (-4,70%) apresentaram redução.

O município de Corumbá teve destaque com o maior efetivo de equinos do País, com 45.805 cabeças, e o segundo maior rebanho de bovinos, 1.775.391 cabeças. Ribas do Rio Pardo ficou em terceiro lugar no ranking nacional de rebanho bovino, 1.040.593 cabeças.

Apesar da redução, o estado ainda possui o 5º maior rebanho do País após perder a quarta posição em 2019.

Corumbá se manteve com o maior rebanho bovino de Mato Grosso do Sul, e o 2º maior do País, com quase 1,8 milhão de cabeças. Seguem-no os municípios de Ribas do Rio Pardo (8º do Brasil), Aquidauana (15º), Porto Murtinho (24º) e Três Lagoas (33º).

Em Figueirão existem 91 bovinos para cada habitante

Figueirão, cuja estimativa populacional ficou em 3.066 pessoas em 2020, possui, segundo a PPM, um rebanho de 278.486 cabeças de boi. Com isso, a proporção encontrada fica em cerca de 90,8 cabeças de gado por cada habitante. Em segundo lugar fica Santa Rita do Pardo, com 62 cabeças/hab, seguindo por Alcinópolis (59,5).

Carregando comentários...
Notícias
Agronegócio

O Idest utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar, você concorda com a nossa política de privacidade.