anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 16 de agosto de 2022

Projeto da UFMS recebe inscrições para aulas gratuitas de Yoga

Prática é voltada para comunidade acadêmica e externa e será oferecida em formato on-line e presencial.
01/08/2022 às 15:42
da Redação, Vanessa Amin
(Divulgação UFMS )

Até 5 de agosto, interessados em melhorar o bem-estar podem se inscrever para participar de aulas gratuitas de yoga, oferecidas por meio do projeto de extensão Conexão e bem-estar por meio do Yoga.

Podem participar das aulas acadêmicos, professores, técnicos e também a comunidade externa. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui. As vagas são limitadas.

Segundo a coordenadora do projeto e servidora do Instituto de Biociências Flávia Maria Leme, para este segundo semestre, as aulas serão oferecidas em formato on-line e presencial, com início previsto para 15 de agosto.

As aulas para turmas presenciais são oferecidas às segundas-feiras, 17 horas ou sextas-feiras, 16 horas. Já para as turmas on-line as aulas são realizadas nas quartas-feiras, às 6 horas, ou nas sextas-feiras, às 17 horas. É possível participar apenas de uma turma e o resultado da seleção deve ser divulgado em 12 de agosto.

“Manter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos contribuem muito para o bem-estar. Além disso, quem atua em atividades de ensino e aprendizagem necessitam também de práticas que promovam a saúde mental. O yoga é um excelente exemplo de atividade que proporciona bem-estar ao corpo e à mente, já que aumenta a imunidade, estimula a concentração e proporciona equilíbrio mental”, ressalta Flávia.

Flávia detalha que o yoga combina práticas físicas, as chamadas asanas, com técnicas de respiração, meditação e relaxamento. Ela orienta que, ao preencher o formulário, o interessado deve fornecer informações pessoais e escolher qual a turma que deseja participar.

 “Pretendemos possibilitar à comunidade interna e externa da UFMS a vivência de práticas naturais, que contribuam para a melhoria da qualidade de vida, e as capacitam a se responsabilizar pelo próprio processo de manutenção da saúde, é uma perspectiva preventiva fundamental em uma sociedade em que o envelhecimento populacional é crescente”.

Continue lendo