anunciante ads patrocinio

Mato Grosso do Sul, 25 de junho de 2022

Produtores do Assentamento Campanário recebem inscrição do Cadastro Nacional da Agricultura

Documento garante a todos os agricultores familiares o acesso às políticas públicas voltadas à agricultura familiar em todo o Brasil
13/06/2022 às 17:18
da Assessoria
(Divulgação Assessoria)

A deputada federal Tereza Cristina e o coordenador municipal da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Ramão Ximenes, entregaram, no último sábado (11), o primeiro Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF) aos produtores do Assentamento Campanário, durante a Agripesi, em São Gabriel do Oeste. O documento irá substituir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) a partir de 1º de julho de 2022.

A adoção é necessária e tem a finalidade de atender ao Pronaf, lançado em 1995.

Contudo, o documento tomou uma proporção maior e era utilizado, até então como um atestado do agricultor familiar para o ingresso em programas e políticas públicas. Entre as iniciativas que os profissionais podem ter acesso estão: o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), os serviços de assistência técnica e extensão rural, entre outros.

Tereza Cristina destaca que a inscrição ativa no CAF será requisito básico para a obtenção do acesso a essas ações. “A iniciativa só faz reforçar o nosso lema, que é de desenvolver e fortalecer cada vez mais a agricultura familiar de todo o nosso estado de Mato Grosso do Sul”, frisa.

Deputada federal Tereza Cristina e prefeito Jeferson Tomazoni fazem entrega aos produtores. Foto: Divulgação Assessoria

Para o agricultor José Carvalho de Vieira, conhecido como o Zé do Agrião por toda São Gabriel do Oeste, é uma satisfação imensa receber em mãos um documento tão importante. “Estamos no assentamento desde o começo, produzindo e vendendo. Sou agricultor com muito orgulho”, garante.

Já Zelina da Silva Vieira, reconhece o feito em prol de toda a classe. “Tereza Cristina sempre batalhou muito pela gente. Esse documento é muito importante para que possamos crescer com a nossa produção”, diz.

Serviço - O cadastro pode ser feito nos escritórios locais da Agraer, localizados nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, ou em entidades públicas que atuam em prol da agricultura familiar, inclusive as prefeituras municipais cadastradas na Rede CAF.