Proibição da pesca também se aplica no Balneário Por do Sol em Sonora

Imagem:

Os rios Correntes e Confusão fazem parte deste trecho.

08/11/2019 às 09:49 | do Idest, Eder Pereira com AsseCom

O período de Piracema começou no dia 05 de novembro e vai até dia 28 de fevereiro em todos os rios de Mato Grosso do Sul e a Prefeitura de Sonora lembra que os rio que cobrem parte do Balneário Por do Sol, o Correntes e o Confusão, também fazem parte desta proibição, de acordo com Lei Estadual que estabelece o período de defeso, destinado a proteção da reprodução dos peixes em todo estado.

O prefeito Enelto Ramos (DEM) pediu que todos colaborem e destacou que só preservando, com a ajuda de todos, poderá manter intacto e preservados os recursos naturais que a cidade possui.

“Temos que se atentar a preservação e tentar conseguir manter o que temos de precioso e que podemos ganhar muito mais se mantermos vivos os peixes e os rios que temos. Existem várias formas de se explorar, promovendo peque e solte, torneios, festivais voltados a preservação e muitos outros que estão em nossos planos, como já aconteceu no campeonato pesque e solte com os Caicaqueiros, realizado em junho deste ano”, frisou Enelto. 

COTA ZERO

A cota zero para a pesca amadora tem o objetivo de recuperar os estoques pesqueiros. A proibição vale para o transporte do pescado. Após o fim do defeso, em 28 de fevereiro de 2020, o pescador poderá fazer a prática do “pesque e solte” e até consumir o pescado na beira do rio. Mas se quiser levar um peixe para casa, deverá adquirir um peixe no comércio varejista e levar a nota fiscal e a guia de controle.

Porém, o Ministério Público Federal (MPF) em Corumbá recomendou ao Governo do Estado que suspenda temporariamente os efeitos do Decreto Estadual 15.166/2019, conhecido como Cota Zero, até que se elabore um novo texto.

Carregando comentários...
Notícias
Variedade