Procon/MS descarta produtos impróprios para consumo em supermercado na Capital

Imagem: Divulgação

Os produtos estavam com prazo de validade vencido e sem informações sobre prazo ou procedência.

12/07/2019 às 11:32 | da Redação, Airton Raes

A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), durante diligência nesta quarta-feira (10) encontrou diversos produtos impróprios para consumo e com data de validade vencidos em supermercado no bairro Nova Campo Grande na Capital.

Os fiscais do Procon encontraram de 245 itens de 39 produtos diferentes impróprios para o consumo, mas expostos à venda na unidade comercial. Os produtos estavam com prazo de validade vencido e sem informações sobre prazo ou procedência.

Foram encontrados 54 produtos fora do prazo de validade. Entre eles estão embalagens de iogurtes, fraudas descartáveis, peças de salame, fracos de shampoo, pacotes de pão, lasanhas congeladas, farinha de casca de maracujá, pacotes de temperos, achocolatado em pó, embalagens de copa fatiada, pacotes de salgadinhos, queijos e garrafas de refrigerantes.

Os fiscais também encontraram 191 produtos colocados à venda sem informações essenciais, especialmente prazo de validade. Entre os itens apreendidos estão pacotes de coração de bovino, bandejas com pernil de cordeiro, pacotes de rabada bovina, bandejas de hambúrguer, rim bovino, pedaços de bacon, peças de linguiça calabresa, linguiça paio, potes de mel, embalagens de massa fresca e pacotes de ração animal.

Todos os produtos foram descartados na presença da equipe do Procon Estadual e de funcionários do estabelecimento. Na ocasião foi preenchido auto de infração entregue ao responsável pelo supermercado que terá prazo para defesa.

Todo consumidor que se sentir prejudicado em sua relação de consumo deve procurar seus direitos. Para tanto   estão disponíveis o telefone 151, o aplicativo “fale conosco” do site www.procon.ms.gov.br e, agora, um número (9 9158 0088) para WhatsApp, liberado para contatos.

Carregando comentários...
Notícias
Variedade