Coxim: Trabalhadores demitidos do Hospital Regional há onze meses ainda não receberam seus direitos

Três se manifestam na frente do Hospital Regional e portavam cartazes reivindicando seus direitos.

29/11/2019 às 15:31 | do Idest, JWC

Os trabalhadores buscam apoio para solução de seus problemas com a administração do Hospital Regional. Foto: Divulgação/arquivo pessoal

Trabalhadores demitidos do Hospital Regional de Coxim no inicio do ano, protestaram no último domingo (24), na frente da unidade de saúde pelo recebimento de seus direitos trabalhistas, que segundo eles, não foi pago até este mês.

Segundo relato da assistente social, Maria de Lourdes da Silva, doze trabalhadores foram demitidos em janeiro de 2019 e até este mês não receberam seus direitos trabalhistas, e nenhuma programação de pagãmente é passada aos mesmos.

Dos 12 funcionários, três se manifestam na frente do Hospital Regional e portavam cartazes reivindicando seus direitos. “Administração Omissa pedimos socorro para os órgãos fiscalizadores”. “Há 11 meses esperando o acerto trabalhista!!!! Sem programação, sem pagamento,  sem decimo terceiro, sem seguro desemprego,  sem fundo de garantia depositado. Cadê os meus direitos!!!!”. “Todo trabalhador é digno de seu salário, cadê o nosso!!! Queremos receber”, traziam nos cartazes.

Os profissionais estão indignados, revoltados, desempregados e passando por dificuldades devido não terem recebido seus direitos, Maria de Lourdes relatou que trabalhou no Hospital por dois anos e onze meses e nem o pagamento total do último mês trabalhado foi realizado para ela.

“Hoje está preste a completar um ano e sequer o meu salário trabalhado foi pago por completo, passando por vários assédio moral que não convém falar aqui, creio que não houve um planejamento para as demissões e principalmente respeito para com cada funcionário demitido, pois éramos profissionais que prestava com qualidade o serviço para a nossa população, e além disso somos pais de famílias que temos responsabilidades com a nossa casa e com a sociedade, infelizmente resultou-se em um desiquilíbrio financeiro em nossas vidas”, desabafa a assistente social, relatando também que após alguns meses da demissão, um grupo de profissionais buscaram apoio na Câmara de Vereadores, onde o presidente da Casa, Vladimir Ferreira, se comprometeu a intervir junto a diretoria do Hospital, porém, nenhum resultado positivo foi repassado aos trabalhadores.

Maria de Lourdes e os outros profissionais entraram com ações trabalhistas, porém, na audiência de conciliação não houve acordo, Hospital e Município estavam representados por três advogados. A assistente social ainda tentou a liberação do seu seguro desemprego, que segundo ela, também foi negado.

Nos últimos anos o Hospital Regional de Coxim vem passando por diversos problemas, entre eles atrasos nos pagamentos de funcionários e também de fornecedores, somente em 2018 a unidade teria emitido 75 cheques sem fundo. Tais problemas acabam sendo sentidos na pele pela população, que sofre com a falta de medicamentos, insumos hospitalares e até médicos.

Nossa equipe tentou contato com o atual diretor do Hospital Regional de Coxim, Marcio Siqueira, porém, até o momento desta publicação, não obtivemos sucesso.

Carregando comentários...
Notícias
Variedade