Sonora: Parceria prefeitura e universidade proporciona melhorias na saúde e aumenta especialidades

Imagem: Reprodução Rede Social

Somente nos oito primeiros meses deste ano já foram encaminhados cerca de 230 pacientes à Capital.

08/10/2019 às 08:15 | do Idest, Eder Pereira

A Prefeitura Municipal de Sonora através da gerência de saúde, firmou este ano uma parceria inédita com a Faculdade de Medicina Uniderp que vem trazendo melhorias significativas para a saúde diminuindo a fila de espera em diversas especialidades. Nos primeiros oito meses deste ano já foram encaminhados mais de 230 pacientes à Campo Grande em 12 especialidades.

A parceria consiste em receber acadêmicos de medicina para atender no Hospital Rachid Saldanha Derzi, que estejam no último ano de faculdade e que atendam todos os requisitos mínimos. Estes acadêmicos acompanham os médicos na rotina hospitalar, procedimentos, atendimentos e cirurgias supervisionadas.

As 12 especialidades são, neurologista adulto e pediátrico, urologista adulto e pediátrica, gastroenterologista, ginecologista, pediatra, endocrinologista, psiquiatra adulto e infantil, geriatra, ortopedista, otorrino, oftalmo e dermatologista.

Após o diagnóstico e acompanhamento em alguma destas especialidades, o paciente é encaminhados para atendimento através da central de regulação para o Centro Especializado Médico (Cemed) ou algum hospital conveniado com a Universidade.

De acordo com o prefeito Enelto Ramos (DEM), após a formalização desta parceria as filas de exames e atendimentos especializados diminuíram muito e a qualidade também melhorou. 

“Vimos nesta oportunidade um campo enorme para ajudar nossa população, melhorando o atendimento no hospital e diminuir custos. Os acadêmicos estão com a cabeça fresca e dispostos a ajudar, a participar. Até agora só ouvi elogio e o resultado esta sendo maravilhoso”, destacou Enelto.

Enelto destacou que a parceria com a Uniderp abriu portas em outros hospitais que atendem especialidades médicas que se fosse esperar para atendimentos pelo SUS demoraria meses para conseguir.

“Estando tudo certo, com exames e laudo médico, as vagas são abertas rapidamente e o paciente é encaminhado sem custo para Campo Grande, onde recebe todo apoio e suporte necessário. Mais um projeto que vem dando certo e esperamos continuar e até ampliar esta parceria com a Uniderp da Capital, tudo para que nossa gente seja bem atendida e consiga se tratar melhor e com rapidez”, concluiu Enelto.

Carregando comentários...
Notícias
Saúde