Sonora: Assentamento recebe Dia da Convivência com exames e atendimentos especializados

Imagem: Adeildo Alves

Foi montada uma grande estrutura de profissionais para atender os sitiantes, mas atendimento médico já existe semanalmente.

27/11/2019 às 16:13 | do Idest, Eder Pereira

Os idosos do Assentamento Carlos Roberto Soares de Melo de Sonora, receberam nesta terça-feira (26) atendimento diferenciado por profissionais da saúde, como clinico geral, fisioterapeuta, educador físico, nutricionista, dentista e psicóloga.

Evento foi realizado pela gerência de saúde da Prefeitura Municipal de Sonora, no posto de saúde da família no assentamento com cerca de 50 pessoas, das 07h30 às 11h30.

Os pacientes puderam tirar várias duvidas com os profissionais, aproveitando o evento ao máximo, já que a única possibilidade de ter todos os atendimentos juntos é se deslocando até a cidade. Ao Novembro Azul, houve também um atendimento diferenciado ao homens, que puderam realizar exames e receber encaminhamentos. 

Serviços já disponibilizados no assentamento 

A prefeitura reativou o posto de saúde e dua vezes na semana um médico clinico geral, fisioterapeuta e dentista vão até o assentamento para realizar o atendimento da comunidade. Assim aproxima mais a saúde da área rural e evita que os sitiantes viagem vários quilômetros para atendimento médico, gastando e correndo riscos desnecessários.

A moradora da comunidade, Maria Dalva Silva Rodrigues, de 45 anos disse que esta fazendo fisioterapia e que quando iniciou se deslocava até a cidade para realizar as sessões. Ela disse que as vezes ia até de moto, mas também foi de carona, no ônibus escolar e que agora perto de sua casa, o tratamento até esta surtindo mais efeito.

“Além dos atendimentos no posto de saúde que tem toda semana, contar com outros profissionais, como no dia de hoje, é muito bom. Além de cuidar da saúde, agente se diverte e confraterniza e é até revigorante para nós. Obrigado a todos e a prefeitura pelo carinho”, disse Maria Dalva.

Já a senhora Ilda Honorato Andre, no auge dos seus 77 anos, disse que a vinda de fisioterapeuta foi a melhor coisa que aconteceu ali no assentamento, destacou que uma equipe da saúde a busca até em casa e a leva de volta e não precisa ir até a cidade para receber o tratamento. Ela comentou ainda que faz pouco tempo que mora ali na comunidade, mas que nunca viu um atendimento igual ao que esta sendo oferecido para os assentados.

Carregando comentários...
Notícias
Saúde