MS terá mês do doador de sangue e medula, com corrida e prédios iluminados

Imagem: Agência Brasil

Estoque de O negativo e O positivo estão baixos no Hemosul.

21/05/2020 às 14:21 | da Redação, Paulo Fernandes

A partir do próximo ano, o mês de abril será todo dedicado a campanhas de incentivo à doação de sangue e medula óssea em Mato Grosso do Sul. Prédios públicos serão iluminados com luzes vermelhas e haverá corrida para divulgar a campanha e sensibilizar a população. É o que determina lei sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja e publicada nesta quinta-feira (21) no Diário Oficial do Estado (DOE).

Aprovada pela Assembleia Legislativa (AL), a proposta é do presidente daquela Casa de Leis, deputado Paulo Corrêa, e estipula que as ações e campanhas de incentivo e conscientização sejam feitas de modo integrado com os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Serão realizadas ainda palestras e atividades educativas e veiculadas campanhas de mídias. A corrida vai ser feita todos os anos, no segundo final de semana do mês de abril.

Para Paulo Corrêa, a doação de sangue e medula óssea tem que se tornar um hábito, não apenas no mês de abril, mas durante todo o ano. “Somente quem já presenciou ou viveu na pele a necessidade e a dificuldade de uma doação sabe a importância e o significado desse gesto que, apesar de tão simples, se torna imprescindível para quem precisa. Nesse sentido, a ação coordenada entre Poder Público e a sociedade civil colocará em pauta campanhas de incentivo a doação de sangue e medula óssea chamando a atenção de todos, órgãos do governo, entidades de classe, associações, sociedade civil organizada, para efetivamente, incentivar e concretizar essas ações”, justificou Paulo Corrêa.

Como doar

Mato Grosso do Sul está com estoque baixo para sangue O negativo e O positivo. Para doar, é necessário ter em mãos documento oficial com foto, estar bem alimentado e bem de saúde, ter mais de 55 quilos, e ter idade entre 16 e 69 anos. Doadores que tenham entre 16 e 17 anos, precisam estar acompanhados dos pais ou responsável legal.

O Hemosul fica na avenida Fernando Correa da Costa, 1304, no centro de Campo Grande, e atende de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h, e aos sábados, das 7h às 12h. A demanda espontânea, de quem vai diretamente ao hemocentro, está sendo atendida normalmente, mas é possível também fazer o agendamento para evitar aglomeração e prevenir o contágio do novo coronavírus. As doações programadas possibilitam o planejamento e manutenção dos estoques.

Em Campo Grande, os telefones são: (67) 3312-1516 e (67) 3312-1529. Foi disponibilizado ainda o número (67) 99298-6316, exclusivamente para mensagens por whatsapp. Já no interior do Estado, é possível agendar a doação nos telefones fixos de cada unidade.

Carregando comentários...
Notícias
Saúde