Dedo indicador vira polegar na mão de criança, em cirurgia inédita em MS

Imagem: Divulgação/Santa Casa

Paciente nasceu sem o dedão e operação devolverá funcionalidade para a mão.

14/01/2020 às 11:30 | Correio do Estado

Médicos transformaram um polegar em dedo indicador na Santa Casa de Campo Grande. A cirurgia inédita em Mato Grosso do Sul foi realizada no último sábado (11). O paciente era um menino de 4 anos que nasceu com deformidade na mão direita.

A equipe que fez o procedimento foi composta pelos ortopedistas Felipe Roth, Ana Tereza de Alcântara, e Celso Hirakawa; pela instrumentadora Cassiana de Quadros, além da equipe de enfermagem e demais profissionais do centro cirúrgico.

Essa operação, conforme a assessoria de imprensa do hospital, transfere o indicador para ocupar o lugar do dedão para que a pessoa tenha a funcionalidade conhecida como “pinça”, movimento de 70% da mão que permite segurar objetos e escrever, por exemplo. Além disso, melhora-se o visual e a estética do membro.

O procedimento durou três horas. Foram transplantados tendões, ossos, músculos, nervos e sistema vascular. Na prática, o paciente continua com apenas quatro dedos nas mãos, mas conseguirá usá-la para mais atividades em razão da cirurgia.

A criança teve alta na segunda-feira (13) e de seis a oito semanas usará uma órtese. Depois, vai passar por sessões de fisioterapia e terapia ocupacional para recuperar a função motora. Ao todo, serão quatro meses de acompanhamento para que o paciente tenha, enfim, uma vida normal.

Carregando comentários...
Notícias
Saúde