Odilon é o primeiro a registrar candidatura ao governo do Estado

Imagem: Divulgação PDT

Ao todo, Mato Grosso do Sul tem 71 candidatos registrados até agora. Prazo vence no dia 15.

10/08/2018 às 10:19 | da Redação com CGNews
O candidato ao governo do estado pelo PDT, juiz Odilon de Oliveira, e os candidatos ao senado, Pedro Chaves e Humberto Figueiró e respectivos suplentes encaminharam documentação para registro de suas candidaturas ao Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) na tarde desta quinta-feira (09).
 
Conforme o advogado do PDT, Yves Drosghic, o arquivo digital foi enviado seguindo as exigências da legislação eleitoral. “Agora é aguardar a liberação do CNPJ dos candidatos para podermos providenciar as aberturas de contas correntes e viabilizar o material de campanha”, observou.
 
Acompanhado do candidato a vice na chapa, Bispo Marcos Vitor, Odilon passou o dia cumprindo extensa agenda em Dourados. No final do dia, ao ser informado que sua candidatura já havia sido protocolada junto ao TRE, o juiz ficou emocionado e declarou que isso era mais uma prova de que nunca foi homem de desistir dos desafios, por mais difíceis que se apresentassem.
 
Prazos - O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) vai analisar toda documentação e seguindo os critérios da lei eleitoral, definir se o candidato está apto para disputa. Os registros podem ser feitos até o dia 15 de agosto, para que depois começa a campanha eleitoral nas ruas, com eventos e reuniões espalhadas pelo Estado.

Já as propagandas no rádio e televisão serão permitidas a partir de 31 de agosto, 37 dias antes dos eleitores irem às urnas para escolher seus candidatos. A campanha nesta eleição terá 45 dias de duração, sendo que o pleito está marcado para ocorrer dia 7 de outubro.
Carregando comentários...
Notícias
Política