Governo investe R$ 66 milhões em Coxim e projeta rede de água potável para 20 anos

Imagem: Chico Ribeiro

Uma das obras apontada como prioridade pela população coxinense, a restauração da Avenida Virgínia Ferreira, está sendo executada pelo Governo do Estado, com recursos (R$ 4 milhões) do Fundersul.

17/06/2017 às 09:36 | da Redação, Sílvio Andrade

O Governo do Estado investe mais de R$ 13 milhões em saneamento básico em Coxim, projetando uma nova estrutura no sistema de abastecimento de água potável e esgoto para atender a cidade nos próximos 20 anos. A presença da gestão de Reinaldo Azambuja no município com execução de obras essenciais para a população fica evidenciada com o volume de recursos (R$ 66 milhões) aplicados no período 2015/2017.

A este montante somam projetos concluídos, em execução e fase de estudos de projetos para licitação, nos setores de saneamento, infraestrutura urbana (pavimentação e drenagem) e reformas de pontes e habitação (estimativa de 300 unidades). Os investimentos contemplam, ainda, transferências para o sistema de saúde local, aquisição de equipamentos para o Hospital Regional “Dr Álvaro Fontoura da Silva” e reformas e adequações de prédios públicos.

Visita técnica

Em fase final de conclusão (97%), as obras da rede de distribuição de água potável executadas pela Sanesul (Empresa de Saneamento de MS), nos bairros Piracema e Nova Coxim, foram visitadas nesta segunda-feira pelo governador Reinaldo Azambuja, acompanhado do prefeito Aluizio São José, e do diretor-presidente da empresa, Luiz Rocha. Os recursos, totalizando R$ 7 milhões, são próprios da Sanesul, com financiamento da Caixa Econômica Federal.

“Estamos garantindo não apenas o fornecimento ininterrupto da água, com a ampliação da rede e com mais reservatórios e novos equipamentos”, afirmou o governador. “É uma obra que trará qualidade de vida e alavancará o crescimento urbano de Coxim, além de dar suporte para novos empreendimentos”, acrescentou. Durante a visita ao novo sistema, Reinaldo Azambuja foi informado por técnicos da Sanesul de todo o detalhamento do projeto.

Demandas futuras

Na área de saneamento básico, estão em execução 4.201 metros de rede coletora e 215 ligações domiciliares na Vila São Paulo, além da implantação da Estação Elevatória de Esgoto Bruto Presidente Vargas (EEEB), 1.098 metros de linha de recalque e melhorias nas EEEBs Santa Maria e Lagoa Dourada. Mais de 50% da obra, que terá um custo de R$ 2 milhões, foi concluída. A Sanesul já finalizou outros projetos, os quais consumiram R$ 4 milhões.

“Em um planejamento projetado para 20 anos, a empresa está incremento melhorias operacionais na produção e reservação”, explica José Carlos Queiróz, diretor da Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente da Sanesul. “A Sanesul tem se preocupado em garantir o abastecimento de água e o tratamento de esgoto para a população atual e futura”, destacou.

Em andamento

Na parte de distribuição de água, as ampliações do sistema de Coxim em execução são: perfuração e ativação de um poço tubular profundo; construção de seis reservatórios de concreto armado (armazenamento de 1,4 milhão de litros de água) e de quatro estações elevatórias; melhorias em estações elevatórias, tratamento; execução de 309 ligações domiciliares, 25 mil metros de rede primária e reabilitação de unidades operacionais.

Entrada da cidade

Uma das obras apontada como prioridade pela população coxinense, a restauração da Avenida Virgínia Ferreira, está sendo executada pelo Governo do Estado, com recursos (R$ 4 milhões) do Fundersul. A via é entrada da cidade (entroncamento das BRs 163 e 359), e está recebendo serviços de recapeamento e implantação de asfalto para instalação de uma ciclovia, totalizando 46 mil metros cúbicos. A ciclovia terá 2 km, mesma extensão da avenida.

Carregando comentários...
Notícias
Política