Em solenidade ao Dia dos Advogados, Mochi recebe homenagem do Mérito Advocatício

Imagem: Divulgação/Assessoria

Mochi parabenizou todos os advogados e ressaltou a importante atuação dos profissionais sul-mato-grossenses.

11/08/2017 às 14:55 | da Assessoria

Na noite desta quinta-feira (10) o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Junior Mochi participou juntamente com o proponente deputado Lídio Lopes, da cerimônia de Entrega da Medalha do Mérito Advocatício Jorge Antonio Siufi que visa homenagear os profissionais com reconhecida atuação no cenário jurídico no Estado.

O presidente da Casa de Leis, Junior Mochi (PMDB), parabenizou todos os advogados e ressaltou a importante atuação dos profissionais sul-mato-grossenses. “Eles devem ser lembrados pelo bem que fazem por nossa gente. Mesmo diante do momento conturbado que o país vive, o advogado mantém a defesa da ordem democrática, da liberdade, da igualdade e prevalência da lei. Portanto, os profissionais da paz homenageados hoje, homens e mulheres que tem como matéria prima de seu cotidiano, a verdade, a justiça, o amor e a liberdade”.  

Conhecido pela brilhante atuação no meio jurídico em todo país, o advogado José Eduardo Malheiros falou em nome dos homenageados e lembrou que uma das funções dos profissionais é a vigilância para que não ocorram episódios que ameaçam a consolidação democrática. “O advogado é elemento necessário e obrigatório à permanência no estado democrático de direito. Isso ocorre quando é promotor, promovendo a Justiça, juiz para distribuir a Justiça, delegado para investigar e, no Poder Público, para as leis serem mais claras”.  


Medalha

Jorge Antonio Siufi nasceu em Campo Grande, dia 13 de setembro de 1932, cursou os chamados primeiro e segundo graus na escola salesiana Dom Bosco, formou-se em Direito na Universidade Nacional do Rio de Janeiro, foi nomeado promotor de Justiça da comarca de Dourados, onde atuou entre 1961 e 1963, transferindo-se logo em seguida para Campo Grande. 

Em 1964, foi nomeado advogado de Ofício na Auditoria Militar da União, pelo então presidente da República General Castelo Branco. Foi presidente da OAB em Campo Grande, professor da Faculdade Católica de Direito de Mato Grosso e procurador-geral adjunto de MS, com a divisão do Estado, em 1979. Em 1980, como procurador-geral do Estado, foi convidado a integrar a Escola Superior de Guerra. 

Seresteiro, cantou na Rádio Nacional do Rio de Janeiro nos anos 50 e 60 e compôs a letra do Hino do Estado de Mato Grosso do Sul, juntamente com o colega Otávio Gonçalves Gomes. Siufi gravou CD, publicou livros de crônicas e foi membro da Academia Sul-Mato-Grossense. Ele faleceu no dia 14 de março de 2011.

Carregando comentários...
Notícias
Política