Três réus são condenados por homicídio cometido no ano de 2017 em São Gabriel do Oeste

Ministério Público pedia a condenação do trio por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e recurso que tornou impossível a defesa do ofendido). O corpo da vítima foi localizado há quase um mês do homicídio.

11/01/2019 às 11:21 | do Idest, JWC

Da esquerda para direita, Jozimar, Claudio e John, no dia da prisão em 21 de agosto de 2017. Foto: do Idest - arquivo

Os três acusados de terem cometido o homicídio de Silvio Fortes, no ano de 2017, foram julgados na 1ª Vara da Comarca de São Gabriel do Oeste, pela juíza Samantha Ferreira Barione, sendo condenados por homicídio duplamente qualificado. Jozimar de Souza Pereira e Claúdio Antunes da Silva Júnior foram julgados nesta quinta-feira (10), já John Hélio da Silva Brito, teve seu julgamento no dia 01 de novembro de 2018.

A sentença acompanhou a denúncia formulada pelo Ministério Público, através da promotora Isabelle Albuquerque dos Santos Rizzo, com base nas investigações da Polícia Civil local, solicitando a condenação do trio por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e recurso que tornou impossível a defesa do ofendido). No julgamento o MPMS foi representado pelo promotor Daniel Higa de Oliveira.

John foi condenado a pena de 14 anos de reclusão, Claudio foi condenado a pena de 14 anos e três meses, já Jozimar teve uma pena maior, sendo condenado a 16 anos, sete meses e 15 dias de reclusão, pelo motivo de ter uma condenação anterior. A pena de ambos a serem cumpridos em regime inicialmente fechado.

Relembre

No dia 20 de julho de 2017, Silvio foi chamado por John para resolver uma briga que havia entre eles. Quando a vítima seguia para o local marcado, os três pegaram um veículo Pálio e abordaram Silvio, o colocaram dentro do carro, o amarram, agrediram e seguiram sentido Rio Negro pela MS-430. Antes da granja Brejão entraram numa estrada vicinal a esquerda, onde percorreram cerca de dois quilômetros até uma mata, onde o trio cometeu o homicídio.

Segundo as investigações da Polícia Civil, John e Jozimar teriam efetuados disparos com arma de fogo contra Silvio, em seguida ainda tentaram decapitar o mesmo. A necropsia apontou degola, além de terem sido encontrados diversos projéteis de arma de fogo pelo corpo.

A Polícia Civil também obteve acesso a um vídeo que os suspeitos gravaram do homicídio, o que auxiliou nas investigações.

O corpo de Silvio foi localizado há quase um mês do homicídio. A família o reconheceu através de uma tatuagem na perna da vítima. 

Corpo de homem desaparecido há quase um mês é localizado em São Gabriel

São Gabriel: Após localizar corpo, Polícia Civil prende três suspeitos de homicídio

Carregando comentários...
Notícias
Policial