São Gabriel: Após pagar fiança, preso por receptação e suspeito de furto é solto

Imagem:

A polícia informou que mesmo com a decisão da justiça segue as investigações com o suspeito em liberdade.

16/06/2017 às 17:20 | do Idest, JWC

Gilberto Gonçalves Dias, de 36 anos, preso em flagrante na quarta-feira (14) pela Policia Militar foi solto nesta sexta-feira (16) após pagar fiança no valor de R$ 4 mil, determinado pela juíza da comarca local em audiência de custódia.

Gilberto vai responder em liberdade suspeito de crimes de receptação de objetos furtados e furtos qualificados, a polícia identificou itens de furto ocorridos até no ano passado que estavam em sua posse.

A polícia informou que segue as investigações.

 

Entenda a prisão

 

A prisão ocorreu na tarde da quarta-feira (14), por volta das 15h16, na rua Boa Ventura Ferreira Rosa, esquina com a Espírito Santo. Segundo informações da PM, a equipe do motopatrulhamento realizava rondas, quando viram um veículo GM Prisma, de cor preta, sendo que o condutor estava com os vidros do carro fechados e observava a saída de um morador, no momento em que foi surpreendido pelos policiais militares na rua Boa Ventura Ferreira Rosa, esquina com a Espírito Santo.

Como o condutor apresentou nervosismo ao ser indagado, aumentou a suspeita dos policiais militares, que solicitaram que o mesmo abrisse o porta malas do veículo, onde foram localizadas uma televisão 42 polegadas, notebook, câmera fotográfica, óculos, balança de precisão e ferramentas, sendo que o homem não soube informar a procedência dos objetos localizados em seu veículo.

O comando da PM no município e investigadores da Polícia Civil foram acionados, se dirigindo para a residência do suspeito, onde foram localizados vários objetos sem comprovação de procedência.

No carro do autor foi localizado um plano de chamada de alunos com o nome de uma professora, que os policiais sabiam se tratar de uma vítima de furto ocorrido a poucos dias. Em contato com a vítima, a mesma compareceu na Delegacia de Polícia Civil e reconheceu uma televisão de 50 polegadas e um notebook, no qual haviam fotos da filha da professora.

Diversos objetos sem a procedência confirmada e o suspeito foram encaminhados para Delegacia de Polícia Civil, que continua as investigações para apurar a participação do detido nos crimes.

Carregando comentários...
Notícias
Policial