PMA surpreende pescadores fazendo arrastão com rede de pesca no rio Taquari

Imagem: Divulgação PMA

A equipe realizou diligências, porém, não conseguiu prender os criminosos.

09/07/2018 às 07:54 | da Redação

Policiais Militares Ambientais de Coxim realizavam fiscalização preventiva no sábado (07) no início da tarde no rio Taquari, em uma região denominada Rebojo, quando perceberam dois elementos que pescavam com rede de pesca (petrecho proibido). Ao realizar a aproximação para a abordagem, os infratores empreenderam fuga na mata à margem do rio, abandonando o petrecho ilegal. A equipe realizou diligências, porém, não conseguiu prender os criminosos.

A rede de pesca, que media 50 metros foi retirada do rio e alguns peixes que estavam vivos presos ao petrecho foram soltos. A PMA continuará em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso deste tipo de petrecho ilegal que tem alto poder de captura.

Se identificados, os pescadores responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Há também previsão de multa administrativa de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.

Carregando comentários...
Notícias
Policial