PMA fecha suinocultura em área protegida de nascentes em Camapuã

Imagem: Divulgação PMA

Proprietário foi autuado e multado em R$ 5 mil.

23/05/2019 às 07:34 | do Idest, JWC

Uma suinocultura que funcionava sem autorização ambiental, em área protegida de preservação permanente em uma chácara no Distrito de Pontinha do Coxo, na zona rural de Camapuã, foi fechada pela Polícia Militar Ambiental de São Gabriel do Oeste na tarde desta quarta-feira (22).

De acordo com a PMA, além de não ter licença ambiental para a criação dos porcos, as atividades eram desenvolvidas na área de nascentes do córrego Barreiro, que corta a propriedade, que fora cercada para manter cerca de 45 suínos. A sedimentação causava assoreamento das nascentes e do córrego.

As atividades foram interditadas e foi determinado ao proprietário da chácara que fizesse a remoção dos suínos imediatamente da área e a deixasse cercada para recuperação. O infrator de 57 anos, residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00. Ele também responderá por crime ambiental de destruir área de preservação permanente – APP. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

Carregando comentários...
Notícias
Policial