PMA de Coxim realiza operação no rio Taquari e surpreende dois pescadores usando redes e tarrafa

Os autores conseguiram fugir. Se identificados, responderão por crime ambiental de pesca predatória.

03/09/2019 às 09:59 | da Redação

Foto: Divulgação PMA

Duas equipes de Policiais Militares Ambientais de Coxim realizaram fiscalização preventiva ontem (02) nos rios Coxim, Taquari e afluentes, no sentido de prevenir a pesca predatória e vistoriaram várias embarcações com pescadores e todos pescavam legalmente. Entretanto, no rio Taquari, na região conhecida como Florão perceberam um pescador armando redes no rio. Ao avistar a equipe, o infrator abandonou os petrechos ilegais e adentrou na mata, não sendo alcançado. Duas redes de pesca foram retiradas do rio e apreendidas.

No mesmo rio, no município de Pedro Gomes, outra equipe deparou-se com um infrator que pescava com uma tarrafa nas proximidades de uma ponte de concreto. Ele avistou de longe os Policiais e empreendeu fuga pela mata. Durante os trabalhos, as equipes ainda retiraram 123 anzóis de galho (petrechos proibidos) que estavam armados nos rios e foram cortados e apreendidos.

A PMA continuará em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso desses tipos de petrechos ilegais que possuem alto poder de captura. Se identificados, os pescadores responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Há também previsão de multa administrativa de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.

Carregando comentários...
Notícias
Policial