PMA autua mulher em R$ 9 mil por desmatamento ilegal descoberto por imagem de satélites em Camapuã

Imagem:

Segundo a PMA, a proprietária da fazenda realizou o desmatamento entre o mês de novembro de 2016 e junho de 2017.

04/03/2020 às 13:23 | da Redação

Durante fiscalização nas propriedades rurais no município de Camapuã, Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste vistoriaram uma fazenda naquele município ontem (03) à tarde, em razão de um desmatamento ilegal de 9,15 hectares de vegetação nativa do bioma cerrado, descoberto por imagem de satélite.

De acordo com informações divulgadas pela PMA, a proprietária da fazenda realizou o desmatamento entre o mês de novembro de 2016 e junho de 2017. A área já estava com plantio de pastagem. Havia parte da madeira proveniente da vegetação desmatada em leiras em meio à pastagem no local. A caracterização do uso atual e aferição da área foram realizadas com uso de drone e GPS.

As atividades foram interditadas e a infrator de 62 anos, residente em Camapuã, foi autuada administrativamente por supressão vegetal e foi multada em R$ 9.150,00. Ela também responderá por crime ambiental, com pena de três a seis meses de detenção. A infratora foi notificada a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Carregando comentários...
Notícias
Policial