PMA autua em R$ 6 mil empresa com carga de madeira ilegal apreendida pela PRF em São Gabriel

Imagem: Divulgação PMA

PMA e PRF verificaram que o DOF não constava o estado de MS como itinerário. Essa exigência no documento ambiental de transporte é obrigatória e sua falta constitui-se em crime e infração administrativa.

11/01/2018 às 08:16 | da Redação

A Polícia Militar Ambiental de São Gabriel do Oeste autuou uma empresa goiana em R$ 6 mil, pelo transporte ilegal de madeira. A PMA foi acionada ontem (10) à tarde, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) que reteve na BR-163, um caminhão carregado de madeira serrada, com suspeita que estaria sendo transportada ilegalmente.

No local, a PMA e a PRF verificaram que veículo, que fazia o percurso entre o local onde carregou em Brasnorte no estado do Mato Grosso, para a cidade de Tupã (SP), transportava 19 m³ de madeira serrada em diversos formatos, e o Documento de Origem Florestal (DOF) não constava o estado de Mato Grosso do Sul como itinerário. Essa exigência no documento ambiental de transporte é obrigatória e sua falta constitui-se em crime e infração administrativa. A identificação do itinerário serve para evitar que se retirem madeiras ilegais de outros locais com o documento.

O veículo e a madeira foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de São Gabriel do Oeste. Os responsáveis pela empresa responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção. A empresa transportadora, que possui domicílio jurídico em São Fernando (GO) foi autuada administrativamente e multada R$ 6.000,00 pela PMA.

Carregando comentários...
Notícias
Policial