PM de Rio Negro prende procurado por crime de feminicídio ocorrido em 2013 em Caarapó

Crime bárbaro foi presenciado pela filha da vítima de apenas sete anos.

26/06/2019 às 18:40 | do Idest, JWC

Foto: Divulgação assessoria 12ª CIPM

O serviço de inteligência da 12ª Companhia Independente de Polícia Militar, prendeu nesta quarta-feira (26), Marcos Dias Torres, de 35 anos, conhecido como Mata Burro, procurado pelo crime de feminicidio ocorrido no ano de 2013 no município de Caarapó.

Segundo informações da PM, chegou ao conhecimento do serviço de inteligência da 12ª CIPM, que "Mata Burro" estaria trabalhando uma fazenda na região entre Taboco e Rio Negro, passando assim a diligenciar no intuito verificar a veracidade da informação, sendo confirmado que de fato o foragido estava se escondendo na região.

O serviço de inteligência monitorou o autor e a equipe operacional do 3º Pelotão PM de Rio Negro efetuou a prisão do foragido. Para a segurança do autor e da equipe de serviço foi realizado o uso de algemas, sendo o mesmo entregue na Delegacia de Polícia Civil da cidade sem lesões corporais aparentes.

O crime

Natália Vanessa de Moraes Oliveira, de 27 anos, foi brutalmente assassinada na noite do dia 13 de julho de 2013, no Jardim Aprazível, em Caarapó.

Segundo divulgado na época pelo site Caarapó News, a vítima estava em um bar na companhia do amásio Marcos Dias Torres e da filha de apenas sete anos, sendo que por volta das 23 horas, o casal teve um desentendimento e Nathália deixou o local com a filha.

Revoltado, o suspeito subiu numa motocicleta e seguiu em direção a vítima, ao se aproximar, pegou um canivete e começou a desferir vários golpes contra a esposa. Dois deles foram certeiros no pescoço e o restante por todo o corpo.

Ainda de acordo com o site, um dos golpes foi tão profundo que quase arrancou a cabeça de Nathália. A criança assistiu tudo.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegaram ao local a vitima já estava morta.

Carregando comentários...
Notícias
Policial