Nova fase de operação contra Máfia do Cigarro prende 8 policiais militares

Corregedoria cumpriu mandados nesta quarta-feira.
Imagem: Kleber Clajus/CGNews

Foram presos três policiais militares em Campo Grande e outros cinco no interior.

13/06/2018 às 13:34 | CGNews

A terceira fase da operação Oiketicus, que investiga a Máfia do Cigarro, cumpriu oito mandados de prisão nesta quarta-feira (13) em Mato Grosso do Sul. Foram presos três policiais militares em Campo Grande e outros cinco no interior, sendo um do batalhão de Jardim e quatro do batalhão de Naviraí.

Os presos na Capital já passaram pela Corregedoria da Polícia Militar (PM) e levados para o Presídio Militar, no Jardim Noroeste. Os policiais do interior serão trazidos para Campo Grande.

Na primeira fase, realizada em 14 de maio pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) e Corregedoria da PM , foram cumpridos 20 mandados de prisão preventiva contra policiais, sendo três oficiais, e 45 mandados de busca e apreensão. O saldo total foi de 21 prisões porque um sargento acabou preso em flagrante.

A ação foi em 16 localidades: Campo Grande, Dourados, Jardim, Bela Vista, Bonito, Naviraí, Maracaju, Três Lagoas, Brasilândia, Mundo Novo, Nova Andradina, Boqueirão (distrito), Japorã, Guia Lopes, Ponta Porã e Corumbá.

No caso de outros 12 policiais, o Gaeco buscou provas por meio de mandados de busca e apreensão. Segundo a investigação, a remuneração para os policiais variava de R$ 2 mil por mês a R$ 100 mil.

A segunda etapa aconteceu no dia 23 de maio, com mandado de busca e apreensão na casa e escritório de servidor do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Nome da operação, oiketicus é um inseto conhecido popularmente como “bicho cigarreiro”.

Carregando comentários...
Notícias
Policial