MS registra 483 assassinatos e mortes em confronto, queda de 14% em 1 ano

Imagem: Henrique Kawaminami/CGNews

Números de homicídios dolosos, quando há intenção de matar, caíram de 530 para 452 nos dois últimos anos.

10/09/2019 às 16:59 | CGNews

O número de mortes violentas intencionais apresentou queda de 14,3% em Mato Grosso do Sul, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019, divulgado nesta terça-feira (10). Nessa lista entram homicídios, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte, homicídios de policiais e mortes por intervenções policiais. Em 2018 foram 483 vítimas, enquanto no ano anterior o número chegou a 564. 

De acordo com o relatório do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o número de vítimas registrado no ano passado é o mais baixo dos últimos sete anos.

O percentual de redução no Estado supera a queda registrada em todo o país. Em 2017 foram 64.021 vítimas, enquanto no ano passado o Brasil registrou 53.341 mortes, redução de 10,43%.

O estudo também traz outros índices de violência, como o número de vítimas por homicídios dolosos, quando há a intenção de matar. Em comparação com os dois últimos anos, os números caíram de 530 para 452. Já o latrocínio, roubo seguido de morte, passou de 23 para 24. Lesão corporal seguida de morte apresentou queda de 11 para 7.

Em Mato Grosso do Sul houve aumento no caso de mortes decorrentes de intervenção policial em serviço e fora de serviço. Em 2017 foram 41 casos, enquanto no passado o número aumentou para 53. Já o número de policiais militares mortos em confronto ou por lesão não natural fora de serviço passou de 6 para apenas um no último ano. As mortes decorrentes de intervenções policiais em sérvio saltaram de 39 para 49 no Estado.

Violência contra a mulher – O relatório também traz números de casos de violência contra a mulher. O número de homicídios passou de 59 para 63 nos dois últimos anos. Os casos de feminicídio saltaram de 29 em 2017 para 36 em 2018. Por outro lado, os casos de lesão corporal dolosa – violência doméstica recuaram de 5.631 para 5.434.

Os casos de estupro no Estado também apresentaram diminuição de 2.136 vítimas para 1.934. Em se tratamento apenas de mulheres, houve recuo de 1.838 para 1.640 casos.

Carregando comentários...
Notícias
Policial