Coxim: PMA realiza operação preventiva à pesca predatória e apreende três redes e 32 anzóis de galho

Fiscalização foi realizada nos rios Taquari, Coxim e afluentes.

28/05/2020 às 15:51 | da Redação

Redes de pesca apreendidas durante a fiscalização. Foto: Divulgação PMA

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Coxim realizou fiscalização ambiental nos rios Taquari, Coxim e afluentes desde ontem à tarde e à noite e hoje (28) pela manhã e encontrou poucas pessoas praticando pesca, porém, apreendeu muitos petrechos ilegais de pesca. A equipe retirou do rio e apreendeu três redes de pesca que estavam armadas no rio Taquari e 32 anzóis de galho que estavam armados nos dois rios foram cortados e retirados.

Apesar da quantidade de petrechos ilegais armados, as equipes têm encontrado poucos pescadores nos rios, mesmo em fiscalizações noturnas, que é o horário que escolhem para armar e para retirar peixes capturados dos petrechos, pela proteção da escuridão e a facilidade de fuga.

Se identificados, os responsáveis responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Há também previsão de multa administrativa de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.

Anzóis de galho apreendidos. Foto: Divulgação PMA

Equipes continuarão se revezando em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso desses tipos de petrechos ilegais que possuem alto poder de captura. Esse trabalho é importante, mesmo que em algumas vezes os infratores consigam fugir, pois em princípio, inibem que alguns vão pescar, e também, para retirar petrechos ilegais que são verdadeiras armadilhas de depredação dos cardumes.

Carregando comentários...
Notícias
Policial