Camapuã: PMA autua paulista em R$ 6 mil por exploração e armazenamento de madeira ilegal

Imagem: Divulgação PMA

Fazendeiro não possuía documento de origem da madeira armazenada.

23/06/2019 às 05:51 | do Idest, JWC

Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste, que trabalham na operação Corpus Christi, localizaram na sexta-feira (21) no município de Camapuã, madeira armazenada sem o documento de origem expedido pelo órgão competente. 19,2 m³ de madeira em toras, estacas, palanques e poste para cerca das espécies angico, vinhático e baru estavam armazenados na fazenda.

O produto florestal armazenado não possuía autorização ambiental (DOF – Documento de Origem Florestal), que é o documento legal para se ter em depósito ou transportar qualquer produto florestal. Segundo o proprietário rural a madeira fora explorada em 2018, porém, os Policiais não encontraram vestígios de árvores derrubadas das espécies armazenadas. A madeira foi apreendida.

O infrator de 32 anos, residente em Araçatuba (SP), foi autuado administrativamente e multado em R$ 6000,00. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.

Mais fotos

Carregando comentários...
Notícias
Policial