Camapuã: PMA autua mulher em R$ 5 mil por manter filhote de arara ilegalmente em cativeiro

Imagem: Divulgação PMA

Ela também foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil de Camapuã e responderá por crime ambiental. Se condenada, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

14/11/2017 às 07:35 | da Redação

Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste autuaram ontem (13), uma mulher de 52 anos por manter ave ilegalmente em cativeiro. A PMA recebeu denúncias, de que a infratora estaria criando um filhote de arara-canindé (Ara ararauna) em sua residência na cidade de Camapuã.

 

Os policiais foram ao local, confirmaram a denúncia e apreenderam a ave. A infratora foi autuada administrativamente e recebeu multa de R$ 5.000,00. Ela também foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil de Camapuã e responderá por crime ambiental. Se condenada, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

 

O animal será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital.

Carregando comentários...
Notícias
Policial