Camapuã: PMA autua fazendeiro por exploração de madeira ilegal para construção de cerca

Imagem: Divulgação PMA

PMA ainda apreendeu 355 postes de madeira de origem nativa da espécie Pau-d’óleo.

20/09/2018 às 15:59 | da Redação

Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste realizavam operação nas propriedades rurais do município de Camapuã e autuaram ontem (19), um pecuarista de 32 anos, por ter construído uma cerca em sua fazenda com madeira sem a determinação de origem.

De acordo com informações da PMA, não havia o Documento de Origem Florestal (DOF), que é o documento ambiental para o transporte e armazenamento de madeira nativa.

O pecuarista, residente em Camapuã, havia colocado em uma cerca, 355 postes de madeira de origem nativa da espécie Pau-d’óleo e não informou de onde extraiu o material lenhoso. Toda a madeira foi apreendida e o infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.800,00.

Carregando comentários...
Notícias
Policial