Após furto, Polícia Civil recupera objetos, fecha boca de fumo e prende dois em Rio Verde

Imagem: Reprodução Internet

Pelo furto foi preso Elias Generoso da Silva, de 37 anos. Já Paulo Cesar Nolasco, de 36 anos, foi autuado por receptação, posse irregular de arma de fogo e tráfico de drogas.

23/08/2018 às 08:47 | do Idest, JWC

Durante investigações de um furto ocorrido na rua Francisco Carlos da Silva, a Polícia Civil de Rio Verde prendeu ontem (22), dois indivíduos, recuperou os objetos furtados e fechou um ponto de venda de entorpecentes no município. Pelo furto foi preso Elias Generoso da Silva, de 37 anos. Já Paulo Cesar Nolasco, de 36 anos, foi autuado por receptação, posse irregular de arma de fogo e tráfico de drogas.

Os investigadores chegaram até os suspeitos após denúncia de um furto de ferramentas numa obra, onde Silva, que usa tornozeleira eletrônica, havia trabalhado e sido dispensado, se tornando um dos suspeitos de ter cometido o crime. Após ser localizado e encaminhado para Delegacia de Polícia Civil, acabou confessando ter cometido o furto e indicando onde estariam os objetos.

O local indicado por Silva, residência de Nolasco, já vinha sendo investigado pela equipe da Polícia Civil, pois, haviam denúncias de crime de tráfico de drogas, porém, o suspeito utilizaria uma segunda residência para esconder os entorpecentes e os investigadores ainda não haviam levantado com precisão qual seria o local.

Após abordagem e questionamentos, os policiais perguntaram se Nolasco conhecia seu vizinho de frente, pois havia informação que alguns objetos furtados estariam na residência, neste momento, o suspeito demostrou forte nervosismo e disse que a família estaria no Pantanal e a casa estava trancada. Com base nas informações de Silva e pelo fato de Nolasco ter ficado extremamente nervoso, os investigadores entraram no quintal da residência e localizaram os objetos furtados por Silva, que estavam em baixo da pia no fundo da casa. Ao retirar os objetos, os investigadores notaram que embaixo da mesma pia havia uma sacola escondida e ao verificar o conteúdo foi encontrado seis paradinhas grandes de substancia análoga a maconha.

Com base nas informações e localização do entorpecente, os investigadores constataram que o local seria a residência utilizada por Nolasco para guardar e preparar as drogas para a comercialização. Buscas também foram localizadas na casa de Nolasco, onde mais entorpecentes, entre eles pasta base maconha, além de munições foram localizados.

Nolasco possuía as chaves do imóvel da frente de sua casa, onde os investigadores localizaram mais três tabletes de substancia análoga a maconha, uma espingarda calibre .28 de dois canos, cinco cartuchos de calibre .28. Ainda foram encontrados no local petrechos para o uso de drogas.

Todo o material, incluindo quatro celulares e um notebook, foi apreendido e encaminhado juntamente com os suspeitos para Delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis em lei.

Carregando comentários...
Notícias
Policial