Volta interesse do Barcelona pelo atacante Neymar Júnior

A novela que envolve o triângulo Neymar, PSG e Barcelona parece ainda não ter acabado.

24/03/2020 às 12:25 | da Redação

Segundo a ESPN, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, está particularmente interessado em trazer Neymar de volta ao clube antes que acabe o seu mandato que se encerra em 2021.

Mas dessa vez, além das exigências do Paris Saint-Germain o Barcelona encontra outra condição a ser analisada. Devido aos impactos financeiros que o mundo vai enfrentar em consequência da pandemia do coronavírus, o clube vai precisar escolher entre Neymar e Lautaro Martínez na última janela de transferência que acontecerá em julho. O que se sabe é que o atacante brasileiro segue sendo a opção preferida, mesmo com as dificuldades de negociação com o seu clube atual, o PSG.

Ainda de acordo com a ESPN o clube da Catalunha tem uma carta na manga caso não chegue a um acordo com o Paris Saint-Germain. A estratégia seria recorrer ao artigo 17 do regulamento de transferências da FIFA, o qual estabelece que os jogadores podem cancelar unilateralmente o seu contrato assim que acabar o “período de proteção” de 3 anos com a FIFA e depois encontrar um preço de transferência.

Neymar e Barcelona viveram uma bela história no período em que o atleta esteve no elenco que era referência para o futebol mundial. Porém, é necessário que a situação seja analisada com cautela para que a contratação não seja precipitada como aconteceu em maio de 2013. Na época, o vice-presidente de relações institucionais do Barcelona, Carlos Vilarrubí, declarou que contratar o jogador antes do previsto afetou diretamente as finanças do clube catalão.

Entretanto, as últimas apresentações de Neymar pelo PSG no Campeonato Francês Ligue 1 chamou atenção. Na tabela de classificação da bet365 futebol pode-se conferir que o Paris Saint-Germain é líder invicto do campeonato. O craque voltou a aparecer nas partidas com jogadas criativas e habilidosas, características importantes da sua forma de jogar. Ainda demonstrou insatisfação quando foi poupado, pelo time, de atuar em partidas que considerava importante para manter seu ritmo e resistência.

O cenário atual para Neymar é bem diferente de quando vivenciou esse interesse por seu passe em 2013. Envolvido em algumas situações constrangedoras tanto na vida profissional, como na vida pessoal, o jogador hoje é visto por alguns dirigentes de clubes como um garoto problema. Após a repercussão da acusação de estupro que sofreu em 2019, o Real Madrid se posicionou com duras críticas à conduta do atleta.

Para o Presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, não há justificativa para investir em média 200 milhões de euros em um atleta que possui sérios problemas na justiça e apresenta um comportamento inadequada que não condiz com a rigidez que o clube exige do seu elenco.

Carregando comentários...
Notícias
Esporte