São Gabriel participa do Agrinho, que trabalha nas escolas a importância da agricultura

Imagem: do Idest, JWC

Nesta quinta-feira, coordenadores das escolas municipais e estaduais receberam o material didático e participaram de uma capacitação. O programa é desenvolvido através de parceria entre Sindicato Rural, Prefeitura e Senar.

18/05/2017 às 16:33 | do Idest, JWC

O Sindicato Rural de São Gabriel do Oeste, Prefeitura Municipal através da secretaria de Educação e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS), deram início nesta quinta-feira (18), a mais uma edição do programa Agrinho, com a capacitação dos coordenadores das escolas estaduais e municipais e entrega do material pedagógico.

A coordenadora do Ensino Fundamental e do Agrinho do município, Daniele dos Santos Souza, destacou ao Idest que o Agrinho faz a parceria entre o Senar e as prefeituras municipais, pois através das escolas, é possível encontrar multiplicadores para fomentar a importância da agricultura. Neste ano o Agrinho trabalha o tema “Cultivando saúde e colhendo qualidade de vida”.

“Fazer o link da agricultura e a cidade, sua importância, por isso nós utilizamos esse material pedagógico voltado as crianças do 1º ao 9º ano, para que eles possam desenvolver, conhecer e multiplicar essas informações aos pais. O principal objetivo do programa é fazer esse esclarecimento através da escola, da importância que tem a agricultura para o crescimento e desenvolvimento do país”, explicou Daniele.

Nesta tarde de quinta-feira foi realizado um ato de entrega do material pedagógico aos coordenadores das escolas municipais e estaduais, que contou com a presença do prefeito Jeferson Tomazoni, presidente do Sindicato Rural Júlio Bortolini, secretária municipal de Educação Kalícia de Brito França, representante do Sernar Evelyn Lechuga, além dos coordenadores que receberam o material.

A secretária de Educação Kalícia, destacou a importância da parceria entre Prefeitura, Sindicato Rural e Senar para o desenvolvimento dos alunos. “O Senar traz uma gama de desenvolvimento ótima para nossos alunos, como redação e desenho, onde nós já fomos premiados em outros momentos. O Senar traz todo o material para nós trabalharmos, além da capacitação do coordenador ainda vai ter a capacitação do professor. Não é só trazer o programa, eles também vem e capacitam o profissional para trabalhar com o programa Agrinho, é muito importante, uma parceria bacana”, disse a secretária.

Já o presidente do Sindicato Rural, Júlio Bortolini, aproveitou para falar da parceria com o Senar, onde o município é beneficiado com vários cursos para a qualificação da mão de obra para o setor agrícola. “Temos mais 50 novos cursos que foram implementados que entraram em prática agora em 2017. O Senar tem avançado muito no setor agrícola, principalmente na qualificação da mão de obra e no aperfeiçoamento do trabalho no campo. Nós temos um apagão branco hoje de mão de obra, dado a esses programas sociais que o governo lançou, houve um certo comodismo com a procura da mão de obra qualificada, serviço tem, mas você não consegue empregar o homem do campo por falta de qualificação. Nós queremos nesse ano cumprir mais uns 1.500 treinamentos, já de quem fez, quem vai aperfeiçoar e fazer outros cursos para podermos qualificar a mão de obra, a procura é muito grande, mas não temos qualificação”, explicou Júlio.

Concurso Agrinho

O concurso Agrinho premia alunos, professores, coordenadores e escolas. Em 2017 são 58 municípios participando do Agrinho. Os alunos do 1º ao 2º ano concorrem no concurso de desenhos, já do 3º ao 9º através da produção de textos, serão também desenvolvidos projetos dentro das escolas.

As premiações serão para os primeiros cinco colocados no Estado, em 2016 São Gabriel do Oeste foi premiado, tanto no desenho como na produção de textos.

Premiações:

Categoria A – Desenho e Redação (Desenho do 1º e 2º anos/ Redação do 3º ao 9º anos)

  • 1º lugar – Aluno: Notebook; Professor: R$ 500
  • 2º lugar – Aluno: Vídeo Game portátil; Professor: R$ 500
  • 3º lugar – Aluno: Smartphone; Professor: R$ 500
  • 4º lugar – Aluno: Tablet; Professor: R$ 500
  • 5º lugar – Aluno: Bicicleta; Professor: R$ 500

Categoria Experiências pedagógicas (Premiação para o professor e coordenador)

  • 1º lugar – Professor: R$ 8 mil; Coordenador: R$ 1 mil
  • 2º lugar - Professor: R$ 6 mil; Coordenador: R$ 1 mil
  • 3º lugar - Professor: R$ 4 mil; Coordenador: R$ 1 mil
  • 4º lugar - Professor: R$ 2,5 mil; Coordenador: R$ 500
  • 5º lugar - Professor: R$ 1 mil; Coordenador: R$ 500

Categoria Escola Agrinho (Premiação para escola e para o coordenador)

  • 1º - Escola: Lousa digital; Coordenador: R$ 4 mil
  • 2º - Escola: Kit Multimídia; Coordenador: R$ 3 mil
  • 3º - Escola: Datashow; Coordenador: R$ 2,5 mil
  • 4º - Escola: Impressora multifuncional; Coordenador: R$ 1,5 mil
  • 5º - Escola: R$ 800; Coordenador: R$ 1 mil
Carregando comentários...
Notícias
Educação